Google paga 17,6 milhões de Euros por espionagem a utilizadores do Safari

A Google tinha sido acusada de espiar os utilizadores do browser Safari sem a sua permissão. Agora, um tribunal norte-americano confirmou uma multa de 22,5 milhões de dólares.

Foi em fevereiro deste ano que a Google foi acusada de andar a monitorizar os utilizadores do Safari sem autorização, que pertence à Apple. A técnica usada era através de um código que introduzia um cookie, mesmo quando é bloqueada pelo Safari, que está definida por defeito no browser.

Logo na altura, investigadores pediram à autoridade competente, a FTC, para que investigasse que esta técnica utilizada pela Google era ilegal. Esta entidade considerou que a monitorização por parte da Google era ilegal e decidiu que a multa deveria ser de 22,5 milhões de dólares, qualquer coisa como 17,6 milhões de Euros, que foi acordado com a Google em agosto passado.

No passado dia 20, um tribunal norte-americano aceitou o acordo e aplicou a multa à Google, terminando o processo em tribunal, segundo a FTC.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here