Google, Microsoft e outras gigantes tecnológicas juntas no combate às notícias falsas

Red Magic 5G

O constante avanço da tecnologia e, em particular do acesso à internet, tem contribuído em grande parte para que todo e qualquer indivíduo se afirme como um meio transmissor de informação — nem sempre verdadeira, uma vez que intencionalmente, o sensacionalismo e o populismo se apoderam de muitos desses intervenientes negativamente.

O mais recente surto pandémico de coronavírus, COVID-19, tem levado a que diversos orgão estatais e privados repenssem a sua abordagem no dia-a-dia, seja porque sentiram na pele as dificuldades de lidar com uma crise desta magnitude, seja pela consciêncialização humana dos seus líderes.

Numa altura em que toda a informação fidedigna é importante, deparamo-nos com informação enviesada ou profundamente falsa, amplamente partilhada nas redes sociais, e que pode afetar milhares de pessoas. Alguma desta informação tem carácter alarmista e não de recomendação, por outro lado, temos as soluções fáceis para problemas difíceis (comumente conhecido por populismo), que têm como único objetivo servir de arma de ataque a governos, autoridades de saúde e outros órgãos responsáveis, poderá servir também como arma de defesa, para as mais infundadas afirmações que com pouco conhecimento de causa, induzem a população em erro.

Afim de demonstrar a sua vontade na difusão de informação verdadeira e objetiva, as principais empresas de tecnologia do mundo emitiram uma declaração conjunta sobre os seus esforços combinados para combater a desinformação durante a crise de coronavírus que afeta nos mais diversos continentes.

O Facebook, a Google, a Microsoft, o Twitter, o YouTube, o LinkedIn e o Reddit publicaram uma declaração na passada segunda-feira afirmando que todos os envolvidos estão a trabalhar de perto nos seus algoritmos como um esforço para dar resposta a este grande e grave problema.

Sabemos que durante os últimos dias, a sobrecarga da maioría destas plataformas tem sido sentido, seja pelas constantes quedas de conexão ou pela lentidão no carregamento de diversos sites e plataformas. Contudo, estas gigantes afirmaram que estão dispostas a ajudar as pessoas a permanecerem conectadas durante este período de auto-isolamento, enquanto estas continuarão a combater a desinformação que possa aparecer eventualmente ser difundida nestas plataformas.

A informação é uma ferramenta de prevenção contra a Covid-19, se for fidedigna. Informe-se junto de instituições oficiais: A Direção-Geral da Saúde, o Serviço Nacional de Saúde, ou a Organização Mundial de Saúde. Só assim será possível combater a desinformação. Seja um agente da saúde pública. Este é um conselho da Direção-Geral da Saúde!

Fonte DailyMail

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here