Google e Fiat unidas para o lançamento de edições epeciais do Fiat 500

O Fiat 500 é, talvez, um dos modelos mais bem sucedidos no segmento dos compactos quer pela sua aparência, como pelas especificações e pelo conforto. Extremamente versátil, este modelo, marcou o regresso de uma marca que esteve adormecida no tempo. Depois de um grande sucesso, vem os louros do sucedido. Parece que a aposta agora da fabricante italiana é a inclusão de ferramentas com elevada procura por parte dos seus clientes, os aplicativos, Google.

Não é, de todo, nova a ambição da fabricante de Mountain View apostar na mobilidade automóvel, dado que a subsidiária da Alphabet tem vindo a desenvolver tecnologia para automóveis autónomos. Ainda que tenha procurado desenvolver um automóvel exclusivo, o seu objetivo sempre foi o de desenvolver software para os automóveis das grandes construtoras.

Neste sentido, e reforçando a sua linha 500, a Fiat optou por contar com o apoio da Google para a inclusão de tecnologia da fabricante norte-americana, de modo a oferecer uma experiência mais completa que os seus concorrentes. Habitualmente, outras fabricantes apostam em parceiros estratégicos que constroem um sistema feito a pensar exclusivamente em veículos próprios, no entanto, com algumas limitações face à tecnologia atual oferecida por este e outros gigantes.

Segundo a Fiat, os novos modelos estão equipados com a Assistente do Google, que funciona na consola central do carro — onde se encontra o sistema de info-entreteniemento — para que possa recorrer à funcionalidade “Hey, Google” ou “Okay, Google” para fazer tudo aquilo que já consegue com os Serviços do Google no seu telemóvel. Além disso, será também monitorizada a localização, a área (onde o veículo está localizado) ou até a velocidade que atingir para que se mantenha sempre informado do paradeiro ou situação do seu veículo.

Esta é a primeira vez que um automóvel é colocado à venda e é personalizado com este tipo de coisas. Destaca-se a presença de alguns símbolos que lembram a presença da Google no veículo da Fiat. O Fiat 500 é um dos modelos mais emblemáticos, pelo que, a edição 500 Hey Google se encontra disponível nas versões compacto hatchback ou descapotável, com uma motorização híbrida a gasolina de 70 cv, jantes de liga leve de 15″ e um volante desportivo e ainda, com um painel de instrumentos em prata mate. O valor começa em, cerca de, 18.800 euros e na edição “cabriolet” em 21.900 euros.

Os modelos que se seguiram ao sucesso de vendas Fiat 500, foram os modelos 500X e 500L, que também vão ter continuidade e contar com a personalização Google. Ambos os modelos contam com a mesma categoria de imagem exterior, repleta de alusões à Google, as jantes de liga leve de 16″ com diferentes motorizações em cada um dos modelos. O modelo 500L conta um motor a gasolina 1.4l de 97 cv que custa 23.900 euros, outro motor, desta vez, a gasóleo de 1.3l, também ele de 97 cv (apenas em alguns mercados muito específicos, talvez em Portugal).

Do mesmo modo, o modelo 500X oferece quatro motorizações distintas — duas a gasolina e duas a gasóleo —, uma primeira versão 1.2l de 118 cv a gasolina e uma motorização mais forte de 148 cv de 1.300 cc a custar, respetivamente, 24.300 euros e 27.300 euros. Os modelos com motorizações a gasóleo têm respetivamente 97 cv e 132 cv estando, também, apenas disponíveis em alguns mercados.

Em todas as versões, com a edição “Hey, Google” vêm com um kit de boas-vindas, que inclui um hub do Google Nest e ainda uma capa especial para o teclado. Contudo, esta personalização do Google só esta disponível nos modelos referidos no artigo, incluindo o veículo com motorização híbrida. O único modelo que não configura nenhuma destas personalizações é o Fiat 500 cem por cento elétrico.

Fonte Autocar

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here