Google e Facebook ponderam suspender os serviços

O SOPA (Stop Online Piracy Act), proposta de lei que o governo americano quer aprovar, está a provocar um verdadeiro rebuliço online. Surgiram rumores de que Google, Facebook e Twitter estão a considerar um «blackout».

E por blackout quer-se dizer, desligar por completo os serviços prestados pela empresa durante um determinado tempo. O SOPA é uma lei anti-downloads e que está a formar opiniões extremistas no mundo online: uns defendem a livre troca de ficheiros, outros não gostam e querem que toda a transferência de conteúdos tenha direitos de autor pagos (quando assim se aplica).

Como forma de protesto ao projecto lei que dia 24 vai a debate no senado americano, algumas das maiores empresas tecnológicas do mundo e que são usadas por milhões de pessoas por hora, estão a planear um boicote à web. A acontecer, será no dia 23 de Janeiro, e segundo os rumores multinacionais como o Google, Facebook, Twitter, Ebay, Amazon, Mozilla e Wikipedia poderão desligar os serviços como sinal de protesto contra o SOPA. Até ao momento apenas a Wikipedia declarou oficialmente a sua posição contra o projecto-lei, sendo que nenhuma das outras marcas tecnológicas tomou uma posição oficial.

Caso o apagão realmente aconteça e caso as empresas citadas adiram, quando tentar aceder ao Google para fazer uma pesquisa irá encontrar uma página de manifestação contra a lei anti-pirataria. Se aceder ao Facebook para actualizar o mural, a mensagem de protesto poderá ser ligeiramente diferente, mas a ideia contra o SOPA estará lá – resumindo, nada de serviços web. Ainda não há também nenhuma informação relativa à duração do movimento anti-SOPA e será executado a nível internacional, já que a lei apenas se aplicará aos EUA.

Caso o SOPA seja aprovado, então todos os sites americanos que incluam ligações para outros sítios da Internet ligados à pirataria podem ser rapidamente punidos pela justiça americana. O Stop Online Piracy Act serve supostamente para proteger os direitos de autor. Outros chamam-lhe a Lei da Censura Global da Internet. Relembrando a GoDaddy, uma empresa de domínios de Internet, que apoiou oficialmente o SOPA e em pouco tempo perdeu 40 mil desses domínios – mais tarde viria a retirar o apoio à lei anti-pirataria norte-americana.

Deixe nos comentários a sua opinião sobre o projecto-lei norte-americano SOPA. Afinal, a Internet é de todos nós.

3 COMENTÁRIOS

  1. Não só isso. Essa lei protege os direitos autorais e quem colocar algo que tenha direitos autorais em qualquer lugar nos EUA receberá uma multa. Porém, as maiores empresas da internet como Google, Facebook, Wikipedia, Twitter tem a sede lá nos EUA e serão fechados. Lembra da Apple que você sempre gostou com seu iPod? Você sabia que ela está a favor da lei? STOP SOPA.

Responder a Eduardo Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here