Google corta a Huawei de algumas atualizações do Android

Sim, é isso mesmo que você viu no título do artigo, o Google teve a iniciativa (ousada e injustificada) de cortar a fabricante de celulares Huawei de algumas atualizações do sistema operacional Android.

Assim, com esta medida, alguns dos novos smartphones Huawei vão perder o acesso a aplicativos populares do Google. Por exemplo, Youtube e Play Store, o que já dá para notar o tamanho do impacto que isto pode causar na empresa.

Tudo isso foi decidido depois que a administração Trump adicionou a Huawei a uma lista de empresas com as quais as empresas americanas não podem negociar sem uma licença. Como sabemos, os EUA está em meio a uma guerra comercial com a China, principalmente com algumas empresas como a Huawei.

Assim, a empresa chinesa acabou perdendo a sua parcela do mercado. Mas enfim, em um comunicado, o Google afirmou que estava “cumprindo a ordem e revendo as implicações”. Já a Huawei, se recusou a comentar.

Implicações

Para explicar melhor, depois dessa iniciativa do Google, significa que a Huawei irá perder as atualizações de segurança, o acesso de alguns aplicativos além do suporte técnico do Google. Apenas não ter mais aplicativos como o YouTube e o Google Maps, já traz uma perda de clientes gigantesca para a empresa chinesa.

Claro que a situação não está 100% perdida, tem ainda uma pequena rota. A qual nada mais é do que a Huawei usar a versão do sistema operacional Android que está disponível por meio de uma licença de código aberto. Mas ainda sim, os problemas principais não serão resolvidos.

Na quarta-feira, a administração Trump adicionou a Huawei à sua ” lista de entidades “. Isso é o que causou essa atitude do Google. Pois a decisão bloqueou a venda ou transferência de tecnologia americana sem uma licença com a Huawei.

Mas isso não é um tipo de caso isolado de medidas contra a Huawei no mundo. Temos o relato de que vários governos em todo o mundo, tiveram medidas para impedir que as empresas de telecomunicações usassem os equipamentos da Huawei em redes móveis 5G de próxima geração, citando preocupações de segurança.

Mas como sabemos, a China tem empresas muito resilientes e que se adaptam a situação muito facilmente. E ainda mais a Huawei, que é uma gigante quando se trata de tecnologia, pois não é possível se tornar a segunda maior vendedora de smartphones no mundo, sem ter qualificações.

“A Huawei tem trabalhado duro para desenvolver sua própria App Gallery e outros ativos de software de maneira semelhante ao seu trabalho com soluções de chipsets. Há pouca dúvida de que esses esforços fazem parte de seu desejo de controlar seu próprio destino”, disse um especialista.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here