Google Chrome OS contra rivais

A Google, conceituada empresa de serviços online, pretende avançar com mais um projecto ambicioso. Desta vez a empresa aposta no desenvolvimento de um sistema operativo diferente e alternativo aos actualmente existentes.

Os sistemas operativos têm sofrido grandes evoluções desde a criação dos computadores. Inicialmente, os computadores estavam ainda pouco desenvolvidos e não havia a utilização de qualquer sistema operativo. Mais tarde foram surgindo alguns pequenos sistemas, muito simples, no entanto.

O surgimento do sistema MS-DOS, comprado por Bill Gates e Paul Allen, marcou o inicio da era Microsoft, que viria a produzir o sistema operativo mais usado em todo o mundo.

O sistema Windows foi criado alguns anos mais tarde e iniciou uma nova era na utilização dos computadores. Com um sistema gráfico mais amigável para o utilizador o Windows rapidamente conquistou a sua quota de mercado e atingiu a supremacia no mercado dos sistemas operativos, sempre sem ter tido concorrência significativa.

No entanto, na década de 1990 Linus Torvalds impulsionou o projecto de criação de um kernel de sistema operativo que viria depois a dar origem ao Linux.

O Linux foi assim o primeiro sistema operativo que prometeu fazer uma forte concorrência ao Windows, da Microsoft. Este SO apresentou-se como uma solução gratuita e lançada em open-source (código aberto), trabalhando com uma maior rapidez em relação ao Windows e sendo uma opção mais segura em termos de protecção contra vírus.

No entanto, e devido ao enorme domínio que a Microsoft já possuía no mercado, o Windows continua ainda hoje a ser o sistema operativo mais usado em todo o mundo, continuando a ser aquele de mais fácil utilização para utilizadores pouco experientes, o que faz com que cerca de 90% dos computadores em todo o mundo usem este SO.

Mais tarde a Apple desenvolveu o MAC OS X, um sistema operativo desenvolvido a pensar nos computadores Macintosh desenvolvidos pela mesma empresa. A primeira versão deste SO foi lançada no ano de 2001 e desde então tem vindo a ser cada vez mais usado. Cerca de 5% dos computadores actuais utilizam este sistema. Este é um bom valor tendo em conta que o Windows continua a ser usado em 90% dos computadores, pelo que se nota um destaque do SO da Apple em relação aos restantes da concorrência.

Chegou agora a altura de um novo projecto vir intervir no mundo dos sistemas operativos, o projecto promissor do Google Chrome OS.

Este novo sistema operativo será um sistema open-source (código aberto), pelo que a sua comercialização não terá quaisquer custos para os utilizadores. O seu principal alvo serão os computadores portáteis, sendo as principais características deste sistema operativo a sua rapidez, simplicidade e segurança.

No entanto, o Chrome OS será desenvolvido a pensar numa utilização mais direccionada para a Web, ou seja, para utilizadores que naveguem constantemente na Internet, consultem o seu e-mail e páginas do seu interesse. Este SO promete tornar a experiência de navegação na Web muito mais rápida, sem haver a necessidade de se aguardar pelo carregamento do navegador que tanto costuma transtornar os consumidores. A leveza deste sistema permite colocar o utilizador a consultar o seu e-mail em poucos segundos.

O Chrome OS irá correr tanto em dispositivos x86 como em chips ARM e a sua arquitectura será baseada no kernel do Linux.

Este projecto permite também o desenvolvimento de aplicações web-based que serão compatíveis com outros sistemas operativos.

A Google havia já desenvolvido o SO Android. No entanto, este sistema era direccionado para os telemóveis smartphone da empresa. O Google Chrome OS é direccionado a computadores pessoais de utilizadores que fazem um grande uso da Internet para o seu trabalho.

Mas, será que os sistemas operativos gratuitos podem vingar?

A resposta é sim. Os sistemas operativos gratuitos, num primeiro ponto, não representam quaisquer encargos financeiros para os utilizadores, o que já por si é uma vantagem. Por outro lado, estes sistemas são geralmente sistemas de código aberto, o que permite a constante edição e melhoramento do sistema, permitindo o seu funcionamento nas melhores condições. Ainda de referenciar o facto de as empresas não necessitarem de licenças pagas para utilizar estes sistemas operativos, tornando a sua utilização numa boa opção para empresas que não desejem investir muito dinheiro.

O Google Chrome OS é um projecto que, a ser bem desenvolvido, promete concorrência ao nível do Windows.

1 COMENTÁRIO

  1. Estou ansioso para ter este sistema operacional em mãos, deve ser muito legal ter um sistema operacional que concorra de perto com o Windows
    Ja por um bom tempo eu uso um sistema por código aberto e acho tão bom ou melhor que o Windows em termos de segurança e rapidez Este será mais um concorrete a altura isso é muito bom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here