Google Camera agora é Pixel Camera: Uma Mudança com Intenções Claras

A Google decidiu mudar o nome da sua aplicação de câmara, deixando de ser ‘Câmara de Google’, ‘Google Camera’ ou ‘Gcam’ para se tornar ‘Câmara de Pixel’, na Play Store. Esta mudança foi oficializada na sua loja de aplicações, deixando claro que a aplicação é exclusiva para os dispositivos Pixel.

A aplicação de câmara do Google, agora Câmara de Pixel, celebra uma década de existência e muito mudou desde os seus primórdios. Inicialmente, a aplicação estava disponível para quase todos os telemóveis Android, oferecendo opções interessantes, como a criação de fotos esféricas.

No entanto, com o passar do tempo, a aplicação de câmara da Google tornou-se exclusiva para os telemóveis Pixel. A versão “global” da aplicação foi congelada e nunca mais se atualizou. Cada novo lançamento de um Google Pixel tem sido acompanhado por novas versões da Câmara de Google, com claro destaque para os recentes Pixel 8 e Pixel 8 Pro.

Atualmente, a única maneira de usar a câmara de Google num telemóvel que não seja da Google é através de modificações, normalmente chamadas de Gcam. Existem dezenas destas modificações, otimizadas para diferentes telemóveis com hardware distinto. Com a recente mudança de nome, a Google parece querer deixar ainda mais claro que a sua aplicação de câmara é exclusiva para os dispositivos Pixel.

O listado da câmara de Google na Google Play alterou todas as referências de ‘Câmara de Google’ para ‘Câmara de Pixel’, seguindo o exemplo do que aconteceu anteriormente com o Google Launcher e o Pixel Launcher. Por enquanto, a Camera Go (que atualmente não aparece na Google Play) parece manter o seu nome.

Esta mudança de nome é uma clara declaração de intenções por parte da Google: a câmara de Pixel é apenas para os dispositivos Pixel. Se quiser usufruir das suas funcionalidades, terá de adquirir um dispositivo Pixel. Resta saber se as modificações da aplicação passarão a ser chamadas de Pcam em vez de Gcam.

Esta mudança, além de reforçar a identidade da linha Pixel, também pode ser vista como uma estratégia para incentivar a compra destes dispositivos para quem deseja usufruir das funcionalidades da aplicação. No entanto, isto pode ser visto como uma limitação para os utilizadores de outros dispositivos Android que, apesar de poderem recorrer a modificações, não terão acesso à aplicação oficial. Ainda assim, é uma jogada inteligente da Google, que reforça a exclusividade e o valor dos seus dispositivos Pixel.

Fonte: 9to5google

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui