Google anuncia novas regras de privacidade para o Google Chrome

O Google anunciou novas regras que restringirão o acesso a dados de usuários para complementos de terceiros no Chrome e no Drive. O que incomodava muita gente, sendo assim, menos uma fonte de reclamação para a empresa foi resolvida. Claro que pode ter demorado um pouco, mas melhor tarde do que nunca.

Enfim, o fato é que a de agora em diante, os desenvolvedores de extensões do Google Chrome precisam solicitar a menor quantidade de dados do usuário possível para que o aplicativo precisa para funcionar. Assim, a intrusão nos dados pessoais do usuário irá ser mínima.

Além disso, aplicativos que se conectam ao Google Drive, como o Pixlr e muitos aplicativos populares de assinatura de documentos, serão impedidos de acessar a totalidade dos arquivos do usuário.

Bom não é? Essas mudanças são o resultado do Projeto Strobe, que nada mais foi do que uma auditoria que o Google lançou em outubro. Com a finalidade de estudar como serviços de terceiros lidam com dados de usuários.

Funcionamento

Agora, o Google exigirá extensões de navegador que lidem com conteúdo fornecido pelo usuário e comunicações pessoais para publicar uma política de privacidade. Antes, o Google exigia apenas que um pequeno número de plug-ins do Chrome publicassem uma política de privacidade.

Embora essa alteração de regras adicione mais aplicativos a essa lista, ela não se aplica a todas as 180.000 opções na Chrome Web Store. Aproximadamente 85% das extensões do Google Chrome não possuem uma política de privacidade listada, de acordo com uma pesquisa recente de desenvolvedores.

Como você não pode violar uma política de privacidade sem ter uma política de privacidade, isso alivia um grande número de desenvolvedores de responsabilidade do Chrome de terceiros.

Os aplicativos do Google Drive estão sendo solicitados a migrar para um modelo de consentimento do usuário “por arquivo”. Em resumo, os aplicativos precisarão solicitar permissão toda vez que precisarem acessar um arquivo individual.

Embora as novas regras de privacidade sejam promissoras, elas levarão algum tempo para entrar em vigor. O Google está alertando os desenvolvedores sobre a política atualizada hoje, mas as regras não serão aplicadas até o próximo outono. Para os desenvolvedores do Google Drive, a fiscalização só será iniciada no início do próximo ano.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here