Google admite que mesmo com a localização desactivada, monitorizou-a

Uma das grandes preocupações dos utilizadores de dispositivos móveis é a sua privacidade, e há inclusive quem não tenha por hábito ligar os serviços de localização (o tradicional GPS) para que o software não envie os seus dados para as empresas. Pelo menos era isto que os utilizadores pensavam, hoje num relatório divulgado pelo Quartz, é possível ler-se que mesmo com este serviço desactivado a Google teve acesso à localização dos equipamentos com o sistema operativo Android.

No mesmo relatório é exposta a prática da Google para consegui localizar os seus utilizadores. Ao recolher os dados das torres de comunicações que são utilizadas para efectuar chamadas, enviar ou receber mensagens ou até mesmo para aceder à Internet, a empresa usa a técnica da triangulação para conseguir um ponto aproximado da localização do smartphone.

Google não tardou a reagir ao relatório divulgado pelo Quartz e garante que até ao final deste mês de Novembro lançará uma actualização no seu sistema operativo que já não utilizará a técnica da triangulação para determinar a localização dos utilizadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here