Gamers têm mais afinidade com as marcas do que não-Gamers

Red Magic 6S

Um relatório diz que 56% dos gamers confiam mais em empresas e marcas, contra 47% dos não-jogadores. Além disso, o relatório implica que os gamers são mais propensos a servir como amplificadores para a mensagem de uma marca, com 57% dos gamers a dizerem que são uma fonte de conselhos fidedignas para os seus amigos e familiares, contra 48% para os não-gamers.

Relatório do braço publicitário da editora móvel encontra jogadores ver benefícios elevados de empresas como Tesla, Amazon e Lexus Brendan Sinclair, , diz a Gameloft. Os gamers confiam mais nas marcas do que os não-gamers, de acordo com um novo relatório da Gameloft for Brands.

A divisão de publicidade da editora de jogos móveis divulgou hoje o seu relatório Gamers & Brands, baseado em três inquéritos de um total de 80.000 gamers — definidos como pessoas que jogam jogos pelo menos uma vez por dia — e conduzidos em cooperação com a Gameloft parent Vivendi.

O relatório também avaliou a perceção de quão significativas as marcas específicas são para os consumidores, calculando o significado como uma mistura de benefícios funcionais (o produto ou serviço realmente faz o que é suposto), benefícios pessoais (Como melhora a vida do indivíduo) e benefícios  coletivos (Têm um impacto positivo na sociedade) As cinco marcas “mais significativas”para os gamers foram (por ordem) Google, Tesla, Mercedes-Benz, BMW e YouTube.

Os gamers também são mais propensos a encontrar algumas marcas “significativas”, do que não gamers, incluindo Tesla, Amazon, Lexus, Dettol, Walmart e Pond’s. O relatório do braço publicitário da editora móvel encontra os gamers a encontrarem benefícios elevados de empresas como Tesla, Amazon e Lexus.

Embora grande parte do relatório tenha destacado as principais marcas, sublinhando a ubiquidade dos jogos, outros destinavam-se a ajudar as marcas a entender melhor como conquistar os gamers nos seus produtos.

Além disso, 62% dos gamers disseram ter mais confiança em marcas social/ambientalmente responsáveis em comparação com 55% em não-gamers, enquanto 58% dos gamers preferiram comprar a marcas “com um propósito diferente de apenas lucros”, em comparação com 51% dos não-gamers.

Fonte: Gamesindustry

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here