Funcionários da ONU não podem usar o WhatsApp

Red Magic 6S

A notícia chega-nos agora mas a medida já foi tomada em junho do ano passado. Os funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) não podem usar o WhatsApp para comunicações oficiais por razões de segurança.

A ONU não encara o WhatsApp como um meio seguro para comunicações e estes receios e a medida proibitiva foi dada a conhecer por Farhan Haq, um porta-voz da ONU à agência Reuters. A Reuters questionava se o Secretário Geral da ONU, o português António Guterres, usava o WhatsApp para comunicar com líderes mundiais.

Estas questões acentuam-se numa altura em que se sabe que o príncipe da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, um dos líderes que recorre ao WhatsApp para comunicar, roubou informação do dispositivo de Jeff Bezos. Jeff Bezos, dono do jornal The Washington Post e CEO da Amazon sofreu um grande roubo de informação quando recebeu uma mensagem daquele líder. Esta mensagem foi capaz de enfrentar as medidas de segurança do seu smartphone.

A ONU já se pronunciou sobre este caso e pediu mesmo uma investigação mais forte.

Apesar de tudo, o WhatsApp considera-se bastante seguro. Cada mensagem enviada está protegida através de encriptação. Claro que neste caso “houve uma força superior” capaz de furar toda a rede de segurança envolvida em cada mensagem.

Estes casos voltam a acender a questão da segurança em torno das mais variadas formas de comunicação que usamos. Claro que o problema se torna mais grave quando envolve pessoas com cargos importantes como é o caso dos envolvidos e questiona-se até que ponto se fará justiça suficiente para estas situações não se repetirem.

Não se sabe se o WhatsApp era um meio usado pelos funcionários da ONU antes desta medida diretiva ter sido tomada. Apenas se sabe desta proibição a partir de junho do ano 2019 e que certamente irá prolongar-se no tempo.

Fonte: Reuters

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here