França irá investigar a forma como o Facebook remove conteúdo de ódio

14 de Novembro de 2018
3 Partilhas 82 Visualizações
Passatempo Phone House

A França conseguiu um acordo com o Facebook para colaboração no campo do discurso de ódio. Foi o próprio presidente, Emmanuel Macron, a anunciar que reguladores franceses irão estudar as tentativas do Facebook de moderar o discurso de ódio na sua plataforma.

A partir de 2019, os reguladores franceses terão acesso às políticas de conteúdo do Facebook, às formas como a companhia elimina publicações que contenham discurso de ódio.

O Facebook já confirmou a parceria

O vice-presidente para comunicações e tarefas públicas, Nick Clegg, confirmou também o acordo entre as duas partes. Para o executivo do Facebook este acordo representa um modelo de co-regulação importante e um passo para um futuro melhor para a plataforma em termos de conteúdo.

O Facebook tem vindo a aumentar a sua equipa e a apertar o cerco a diversos tipos de conteúdo que, ao longo dos últimos dois anos, tem vindo a ser considerados “inaceitáveis” para a plataforma. O principal investimento da plataforma tem sido em tecnologias de inteligência artificial. É também através de processos automáticos que o Facebook elimina conteúdos da sua plataforma.

Existem no entanto equipas humanas que, diariamente, façam decisões “caso a caso” quando assim se justifica. A fronteira entre aquilo que é discurso de ódio e aquilo que se enquadra no contexto legítimo da liberdade de expressão continua a ser alvo de um forte debate público e, assim sendo, o trabalho não pode ser totalmente automatizado e muitas vezes são as equipas humanas do Facebook a dar o sim ou o não a conteúdos problemáticos.

Estará o governo francês a ir longe demais, ou o Facebook precisa mesmo de supervisão?

Críticos dirão que este acordo representa uma intromissão grave do governo na liberdade de expressão e até privacidade dos seus cidadãos. Outros considerarão que plataformas como o Facebook, sendo empresas privadas, conquistaram demasiado poder e necessitam de ser reguladas.

Fonte: TechCrunch

Artigos interessantes

Facebook: Funcionalidade “Clear History” só chegará a meio de 2019
Redes Sociais
18 Visualizações
Redes Sociais
18 Visualizações

Facebook: Funcionalidade “Clear History” só chegará a meio de 2019

Bruno Peralta - 18 de Dezembro de 2018

Em maio, no auge do escândalo de privacidade do Facebook Cambridge Analytica, a empresa fez um anúncio interessante: os utilizadores…

Ganhe mais energia com o Body Battery da Garmin
Tecnologia
13 Visualizações
Tecnologia
13 Visualizações

Ganhe mais energia com o Body Battery da Garmin

Bruno Peralta - 18 de Dezembro de 2018

Chegou o período natalício e o ritmo do dia-a-dia intensifica-se, seja pelo trabalho, pelo trânsito do final do dia, o…

iOS 12.1.2 já está disponível para download no iPhone
Apple
32 Visualizações
Apple
32 Visualizações

iOS 12.1.2 já está disponível para download no iPhone

Bruno Peralta - 18 de Dezembro de 2018

Menos de duas semanas após a última atualização do iOS 12 e que trouxe uma grande variedade de recursos e…

Comente

O seu email não será publico