Fitbit volta com design mais “low-key”: o Fitbit Alta

2-930x620

A marca de fitness Fitbit voltou a lançar mais uma das suas “wristbands”, a Fitbit Alta. Desta vez, a marca procurou recorrer a uma abordagem um pouco mais discreta no seu produto, mas não deixou de considerar as críticas feitas aos seus anteriores produtos e de as tentar corrigir.

A empresa americana produz “relógios de pulso” com capacidade de recolher dados das atividades físicas do dia-a-dia do seu utilizador, para além de monitorizar o que captou, demonstrando o acompanhamento ao longo do tempo e dando conselhos para uma melhor prática de vida saudável. Ora, esta informação é toda exposta numa aplicação no smartphone do utilizador ligado ao relógio que, apesar de conter algumas funcionalidades no seu pequeno ecrã, continuam a ser limitadas.

Como foi dito anteriormente, a marca evitou cometer os mesmos erros que se refletiram em antigos produtos, e uma das principais queixas era o design das “pulseiras” ou “relógios”, que era considerado pouco apelativo. Como tal, no desenvolvimento deste equipamento, a Fitbit dedicou-se a criar um produto esteticamente mais bonito, que se enquadrasse no outfit de qualquer pessoa, para além de desportistas ou atletas. Porém, o seu aspeto mais discreto não implicou uma redução das funcionalidades! O Alta contém, da mesma forma que o Blaze, o Fitbit’s SmartTracker, que deteta dados de exercício e de sono, assim como o Weekly Goals que se encontra na aplicação do smartphone.

Os produtos da Fitbit são cada vez mais utilizados e irão certamente guiar muitas pessoas na direção correta para uma vida mais saudável e estável. Este produto, em particular, tem exatamente o mesmo objetivo dos outros criados pela marca. No entanto, houve especial preocupação no seu design, para que abrangesse o maior leque de compradores possível. Está disponível para pré-encomenda no próprio site, e terá o preço de 130$, com a opção de escolha da bracelete, que custa 30$ em plástico e 100$ em metal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here