Fim dos engenheiros informáticos? Google parece estar a trabalhar nisso

A Google tem um novo projeto secreto que ensina inteligência artificial a escrever e corrigir códigos. Esta notícia do Insider tem tanto de bom como de mau porque pode reduzir a necessidade de contratação de engenheiros informáticos humanos no futuro e vai ter profundas implicações na configuração das empresas.

O projeto foi implantado na unidade moonshot X da empresa, mudou-se para o Google Labs este ano e é parte de um impulso mais amplo que a gigante tecnológica quer dar ao campo da IA ​​generativa. Este projeto, que recebeu o nome de código Pitchfork, ainda envolto em grande secretismo, usa a aprendizagem da máquina para treinar o código para escrever, corrigir e atualizar-se a si próprio.

O que está a ser estudado envolve algoritmos para criar imagens, vídeos, códigos e muito mais, o que pode ter profundas implicações no trabalho das equipas de desenvolvedores que escrevem códigos. A empresa está também a tentar formar IA para corrigir bugs e atualizações de código.

O Pitchfork agora faz parte de um novo grupo no Labs designado Equipa de Assistência ao Desenvolvedor de IA, dirigida por Olivia Hatalsky, uma funcionária de longa data que trabalhou no Google Glass e em vários outros projetos lunares. O Pitchfork foi construído para “ensinar a escrever código e a reprogramar-se a si próprio”.

O objetivo original do Pitchfork era construir uma ferramenta que pudesse atualizar a base de código da linguagem de programação Python do Google para uma versão mais recente, confirmou um porta-voz do Google. “A ideia era: como vamos passar de uma versão para a outra sem contratar centenas de engenheiros de software?”, disse um dos responsáveis do projeto, sob anonimato.

Um porta-voz da Google acrescentou que “a equipa Pitchfork está a trabalhar de perto com a equipa de investigação para explorar diferentes casos de utilização para ajudar os programadores”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui