FBI pagou 1,3 milhões de dólares para desencriptar iPhone

Depois da Apple se ter recusado ajudar as autoridades a desbloquearem um iPhone de um atirador, o FBI viu-se obrigado a pagar 1,3 milhões de dólares para finalmente conseguir desencriptar iPhones. Este valor foi adiantado pelo diretor do FBI.

James Comeu, diretor do FBI, até brincou com a situação dizendo que o FBI pagou mais para desencriptar o iPhone de Sayed Farook do que ele próprio irá ganhar nos próximos anos a diretor do FBI. Apesar dos gastos excêntricos para desbloquear o iPhone, o software usado, vai poder ser usado para outros iPhones como o 5C com iOS 9, por isso, para o diretor do FBI, o dinheiro foi bem investido.

A posição da Apple é apoiada pelo Google ou Facebook, e neste momento, as grandes empresas trabalham ainda mais na segurança dos seus clientes, para que seja cada vez mais complicado e difícil a quebra de segurança pelas autoridades e pelos hackers.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here