FBI infiltrou-se na Deep web para apanhar pedófilos

20131002214057_660_420

O FBI infiltrou-se na “Deep web”, ou também conhecida por “Dark Web”, com o objetivo de descobrir e localizar possíveis pedófilos espalhados pelo mundo inteiro.

Para quem não sabe o que é a “Deep web”, aqui fica a definição da Wikipédia: “Deep web se refere ao conteúdo da World Wide Web que não é indexado pelos mecanismos de busca padrão, ou seja, não faz parte da Surface Web”. Ou seja, por outras palavras, a Deep web é meio que o que há de ilegal na internet, é o conteúdo que não deve ser visto pela maior parte da população. São sites ilegais, como por exemplo, sites de pedofilia, sites de tráfico de pessoas e órgão, etc. Tudo conteúdo que não está acessível através do Google, Bing ou qualquer outro motor de busca.

Para aceder a esse site de sites/conteúdos é preciso usar meios menos ortodoxos e a maior parte das pessoas não sabe como fazê-lo. Por isso, as pessoas que acedem a estes sites, normalmente é sempre com más intenções. Daí a policia ter-se infiltrado neste tipo de redes virtuais para conseguir localizar e descobrir pessoas que cometem atos ilícitos online.

hacker-banned-from-internet-623x410

Desta vez o alvo foi uma rede de pedofilia que estava escondida através de um IP conhecido pelo nome de “Playpen”, que angariou 215 mil contas e 11 mil visitantes semanais desde que foi aberto em 2014.

O FBI o que fez foi basicamente controlar os servidores dessa rede e cada vez que alguém o acedia ou tentava registar-se nele, o FBI tinha acesso a toda a informação. Foi a primeira grande iniciativa por parte do FBI neste tipo de casos, apesar de eles já atuarem desde 2002 neste tipo de redes. O resultado de toda esta operação deve resultar em cerca de 1500 casos que devem seguir para julgamento em tribunal.

Fonte: Motherboard

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here