Facezam afirmou reconhecimento facial com a ajuda do Facebook: afinal é mentira

Mais uma vez, um rumor que se tornou viral não passava de uma fraude. A Facezam afirmou ser capaz de reconhecer qualquer pessoa aleatória através de uma pesquisa na base de dados do Facebook. Para isso, tudo o que precisaria seria de uma fotografia da pessoa que passasse na rua. A partir daí a aplicação correria um algoritmo tentando identificar a pessoa pela correspondência com a fotografia de perfil da rede social.

A Facezam chegou mesmo a afirmar que bastariam dez segundos para pesquisar numa base de dados de biliões de utilizadores.

Afinal, tudo não passou de um golpe publicitário de uma agência de marketing.

Quando confrontado com os rumores, o Facebook disse que tal aplicação violaria os seus termos de privacidade.

Fonte: The Telegraph

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here