FaceTime salvou a vida de uma pessoa

Adumea Sapong é uma comum cidadã de Manchester que decidiu ligar à irmã através do FaceTime, uma aplicação para o iPhone que permite fazer chamadas de vídeo. A mulher em causa, Opokua Kwapong de 58 anos, vive sozinha em Nova Iorque e acordou de uma sesta ao ouvir o telefone tocar. Ao conversar com a irmã, Adumea reparou que havia algo que não estava bem. Quando começou a ouvir a sua voz a arrastar-se, teve a confirmação disso. Ao dar conta dos sinais aconselhou a irmã a tomar uma aspirina mas quando esta o tentou fazer,já não estava a conseguir levantar o copo.

Ainda com algumas dúvidas em relação ao seu estado, Opokua aceitou que Adumea adicionasse à videochamada uma outra irmã das duas, que por sorte é médica, para que avaliasse o seu estado. Assim que ouviu Opokua falar e ao observar a sua face, já em parte paralisada, percebeu que esta estaria a ter um acidente vascular cerebral.

Ambas as mulheres aconselharam Opokua a desligar a chamada e telefonar imediatamente aos serviços de emergência médica. Já no hospital, as suspeitas confirmaram-se. Um coágulo teria provocado o acidente vascular, deixando parte do lado esquerdo do corpo de Opokua paralisado. O grupo de irmãs acredita que a tecnologia salvou a vida de Opokua e que se não fosse a vídeo-chamada, as coisas poderiam ter corrido de forma muito diferente.

Fonte: BBC

Veja também...

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
  Subscrever  
Notificar de