Facebook vende novos tipos de anúncios no Instagram e WhatsApp à medida que a receita diminui

A Meta está a abrir novos caminhos no que diz respeito à publicidade no Instagram e no WhatsApp, à medida que a empresa procura reverter uma tendência na queda da sua receita que recentemente levou o preço das ações ao menor nível desde 2019.

Num evento para anunciantes na segunda-feira, a Meta apresentou uma nova forma de os anunciantes exibirem anúncios na página de exploração do Instagram, que mostra conteúdo para os utilizadores com base nas suas preferências e rotinas, e nas páginas de perfil dos influenciadores do Instagram com quem eles têm negócios.

No serviço de mensagens WhatsApp, o Facebook está a lançar uma ferramenta que usa o software para mostrar anúncios destinados a “alcançar pessoas com maior probabilidade de fazer uma compra”, disse Maz Sharafi, vice-presidente de marketing e crescimento da Meta. Sharafi observou que “o importante aqui é que não usamos o conteúdo da mensagem para anúncios”, o que implica que a empresa não irá analisar as mensagens do WhatsApp para determinar quais os anúncios vão ser colocados.

Os anúncios surgem apenas três semanas antes da Meta divulgar o seu relatório de ganhos do terceiro trimestre, que deve mostrar um segundo período consecutivo de queda na receita. A empresa obtém substancialmente todas as suas vendas de anúncios para telemóvel, um negócio que foi modificado este ano por causa da Apple no seu sistema operativo, bem como uma economia em queda e uma crescente concorrência do TikTok. As ações da Meta caíram cerca de 60% do seu valor este ano.

A Meta disse que está a testar anúncios de realidade aumentada no principal recurso de feed e histórias do Instagram, disse Nicola Mendelsohn, vice-presidente do grupo global de negócios da Meta, no evento de anúncios. A maioria dos consumidores experimenta AR hoje quando interage com os filtros digitais que decoram as suas fotos e vídeos que usam em serviços de mídia social como Facebook e Snapchat.

“Através da experiência de AR, as marcas podem incentivar as pessoas a realmente experimentar esses produtos ou a interagir com os efeitos do ambiente”, disse Mendelsohn.

Para tentar aproveitar a crescente popularidade dos Reels, a Meta está a lançar o que chama de anúncios pós-loop, um novo formato de anúncio para criadores que têm parcerias com empresas. Um criador de conteúdo pode exibir esses anúncios num vídeo curto dos seus parceiros. Esse recurso está disponível apenas no aplicativo principal do Facebook.

Fonte: cnbc

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui