Facebook vai ficar irmão-gémeo do TikTok

A Meta poderá estar a ponderar fazer uma reformulação completa no Facebook e no seu feed principal que podem tornar a plataforma um pouco mais semelhante ao TikTok.

As alterações em causa, que serão executadas devido à alegada pressão que a Meta está a sofrer por causa de plataformas como o Tik Tok, podem provocar alterações muito significativas nos conteúdos que são recomendados para os utilizadores.

De acordo com o portal The Verge, citando um memorando interno da empresa, estas alterações encontram-se atualmente em análise pela empresa, mas ainda sem nada em concreto de serem implementadas para os utilizadores finais.

No documento surge a referência ao “Discovery Engine” – um formato que iria tornar as recomendações mais aproximadas com o que se encontra no feed principal do TikTok.

Com esta mudança, os utilizadores poderiam começar a ver mais conteúdos de criadores ou utilizadores desconhecidos, sobretudo do Reels, e passarem a ver menos conteúdos de amigos e familiares. Os investidores estão a pôr em causa se o Facebook consegue continuar a manter a sua capacidade de atrair anúncios publicitários.

Além disso, estas mudanças podem ainda passar por trazer de volta o Messenger para a app principal do Facebook – novamente com a ideia de incentivar a participação dos utilizadores na plataforma.

De relembrar que esta não é a primeira vez que o Facebook analisa a possibilidade de alterar a forma como os conteúdos são recomendados para os utilizadores. Em abril Mark Zuckerberg afirmava que a empresa estava a preparar mudanças na forma como os conteúdos seriam recomendados, passando a adotar mais a Inteligência Artificial para esta tarefa.

Seja como for, o documento interno aponta claramente a ideia que o Facebook pretende acompanhar as tendências do mercado, e competir diretamente com o TikTok ao ponto de estar a ponderar grandes mudanças na sua própria plataforma para tal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui