Facebook já prepara um smartwatch em parceria com a Ray-Ban

Durante esta semana surgiu uma notícia que apanhou muitos de surpresa: a alteração do nome da empresa Facebook para Meta. Esta alteração tem o metaverse, a realidade virtual e realidade aumentada como o grande foco para o futuro de como as pessoas se conectam umas com as outras. Não vai ser tudo sobre óculos, mas já há informações (e imagens) de que o Facebook Meta está a trabalhar num novo relógio.

A imagem em baixo foi descoberta num dos aplicativos iOS e é um smartwatch com uma câmara. A imagem foi encontrada no aplicativo para os Ray-Ban Stories, os óculos inteligentes equipados com câmera que o Facebook, desculpe, Meta, co-criou com o Ray-Ban, então haverá alguma conexão entre o relógio e os óculos.

Não é difícil de imaginar o que pode ser – os óculos podem tirar fotos e vídeos de outras pessoas, mas usá-los para tirar uma foto do próprio utilizador é complicado. Usar o relógio para isso tornará as coisas mais fáceis. Claro, o relógio não é tão bom se você quiser tirar uma foto de alguém ou de outra coisa. Então, os óculos e o relógio se completam.

blank

De qualquer forma, as videochamadas são outra aplicação possível para o relógio, embora manter a mão levantada por muito tempo não seja o ideal (e se você colocá-la sobre a mesa, obterá aquela moldura estranha para cima).

Relatórios anteriores do relógio afirmavam que o foco será na saúde e nas mensagens. Pode haver outros usos também, por exemplo, como um controlador para os óculos de realidade virtual da Meta. Mas certo é que a Meta irá tentar fazer uma integração com os seus serviços, bem como também não deverá lançar um smartwatch que seja inferior à concorrência.

Uma fonte disse que há três gerações de relógios em construção, com a primeira provavelmente chegando no início do próximo ano. Um dos modelos posteriores poderia apresentar aquelas câmeras removíveis sobre as quais ouvimos falar. O relógio deverá ter conectividade LTE, permitindo funcionar sem telefone, o preço ficará em torno de US $ 400.

Fonte: Bloomberg

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here