FaceApp acusada de racismo

A FaceApp, uma aplicação criada com o intuito de melhorar a aparência das pessoas nas selfies foi acusada de racismo. A aplicação em causa utiliza tecnologia de reconhecimento facial e faz pequenas alterações como introduzir um sorriso, alterar o género, fazer a pessoa parecer mais nova ou trocar o rosto com alguém.

O escândalo começou quando os utilizadores descobriram que o seu modo “hot” aclarava o tom de pele e aumentava os olhos das pessoas. Para além disso, que tirasse uma selfie de óculos, veria a sua versão “hot” sem os mesmos.

A empresa Russa por trás da criação da aplicação já pediu desculpas e alterou o nome do filtro em causa para “spark”. Esta é uma solução temporária mas a rede neural por trás do processo será treinada de formas alternativas para remover o bias a que está sujeita, resolvendo futuramente o problema.

Fonte: The Telegraph

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here