Fabricante dos iPhone avança para a compra da Belkin

Para a Foxconn, fabricar o iPhone e tantos outros dispositivos já não é suficiente: a companhia quer marcar presença no movimentado mercado de acessórios premium e, para isso, acaba de assegurar a aquisição da Belkin, um dos nomes mais fortes do segmento. O negócio também fará com que a companhia de Taiwan passe a ser dona das marcas Linksys e Wemo, que já faziam parte do universo da Belkin.

A Belkin tem sede na Califórnia e, apesar de ter surgido em 1983, muito antes do estabelecimento do mercado de dispositivos móveis, a companhia é conhecida hoje por fabricar acessórios como cabos de diversos tipos, hubs USB, adaptadores de tomada, baterias portáteis, capas para iPhones e muitos outros acessórios.

O negócio está avaliado em 866 milhões de dólares, contudo, ainda não está oficializada, pois depende de aprovação do US Committee on Foreign Investment, que avalia as aquisições e investimentos de capital estrangeiro sobre solo norte-americano. Como a administração de Trump tem estado particularmente activa neste tipo de negócios, especialmente as que lidam com redes de dados, pode ser que haja complicações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui