Ex-funcionário acusado de roubar segredos comerciais faz acordo com a Apple

A Apple chegou a um acordo com Simon Lancaster, um antigo arquiteto de design. Lancaster foi acusado de roubar segredos comerciais e de os partilhar com um jornalista. A empresa apresentou a sua queixa em Março de 2021, e a ordem de acordo foi aprovada por um juiz esta semana. Os termos do acordo não foram divulgados.

“Apesar de mais de uma década como empregado na Apple, Lancaster abusou da sua posição e da sua confiança dentro da empresa para disseminar sistematicamente informações confidenciais de segredos comerciais da Apple num esforço para obter benefícios pessoais”, escreveu a Apple na sua reclamação original. “Ele usou a sua posição para obter acesso a reuniões internas e documentos fora do controlo das responsabilidades do seu trabalho, contendo segredos comerciais da Apple, e forneceu esses segredos comerciais aos mídia.”

A Apple acusou o Lancaster de partilhar detalhes de hardware não lançado, alterações de funcionalidades não anunciadas, e anúncios de produtos futuros com os mídias. O Lancaster também terá alegadamente descarregado documentos confidenciais pouco antes de deixar a empresa em Novembro de 2019 que o iriam “ajudar no seu novo emprego”.

Como parte do acordo, a Lancaster irá pagar uma quantia não revelada à Apple e está impedido de “divulgar, comunicar, transferir, discutir ou usar qualquer Informação Confidencial, de qualquer forma, sem autorização prévia por escrito da Apple”, de acordo com o pedido. A Apple não quis responder aos mídias apesar dos vários pedidos.

Numa declaração, Lancaster disse que o jornalista com quem estava a trabalhar era Wayne Ma, do The Information. Aqui está a sua declaração completa:

“Na época em que deixei a Apple, partilhei informações da Apple com Wayne Ma no The Information. Nunca pensei que a Apple pudesse descobrir ou que poderia haver repercussões porque nunca procurei ou ganhei nada com isso. Eu estava errado e certamente não valeu a pena. Eu arrependo-me e aceito a responsabilidade pelas minhas ações. Eu errei e meu erro irá me seguir durante anos. Aos meus ex-colegas da Apple que têm trabalhado duro nos projetos da Apple e os mantêm em segredo, sinto muito.”

Fonte: Apple e The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui