Evento Huawei: liderança em Maio e haverá produtos em novos segmentos para breve

Red Magic 5G

Foi durante o dia de ontem, no restaurante Eleven e pela voz de Tiago Flores, Diretor para o consumo da Huawei Portugal, que soubemos de alguns dados que normalmente as marcas não divulgam. A fabricante chinesa confirmou que em maio passado foram a marca que mais smartphones vendeu em Portugal.

Este evento é uma continuação do evento global feito pela Huawei, onde divulgou que atingiu a meta das 100 milhões de smartphones vendidos em julho, um marco que acontece pela primeira vez na empresa e que a torna numa das fabricantes com maior crescimento de sempre. Para comparação, no ano passado, o valor rondou os 150 milhões de smartphones vendidos.

Segundo os dados divulgados, a marca atingiu um aumento de vendas de 32% no primeiro trimestre, quando comparado com o ano passado e que demonstram o grande crescimento que a fabricante tem registado nos últimos anos e que levou, em maio, a atingir um dos objetivos da marca, o primeiro lugar no segmento de smartphones. Dado esse que já tinha sido divulgado pela IDC.

O crescimento da Huawei no segmento de smartphones é positivo em todas as gamas de preço, mas há que destacar que nos topos de gama o aumento foi de 176%, demonstrando que os consumidores acreditam no que a marca consegue oferecer, sendo que na gama média o crescimento é de 76%.

Nos estudos divulgados sobre os consumidores portugueses, 61% dos inquiridos revelou que reconheciam a Huawei como fabricante de smartphones, sendo que 50% destes consumidores tinham pretensões de adquirir um equipamento da marca.

A previsão para 2018 é que sejam vendidos três milhões de smartphones em Portugal, significando um crescimento do mercado entre os 8% e os 10%, acreditando que estarão nos primeiros lugares de vendas em Portugal.

Estes números conseguem-se com investimento em R&D

A Huawei congratula-se como a fabricante de smartphones que mais investe em Investigação e Desenvolvimento (R&D). Em termos de valores, por ano a fabricante chinesa investe 45 mil milhões de dólares em R&D, sendo que este valor significa 10% das receitas de um ano.

A Huawei conta com 15 centros de R&D no mundo e mais 36 centros de R&D com cooperação com outras marcas, sendo claramente a marca que mais investe. Só para termos uma noção, do total de 180 mil funcionários que a marca emprega, 79 mil estão dedicados à R&D, o que representa um pouco mais do que 40% da força de trabalho nesta área.

Foi ainda destacado a conectividade 5G, que é o próximo passo nas ligações móveis e onde a Huawei está na linha da frente.

A Huawei ainda referiu os centros de apoio ao cliente que já tem em Portugal, uma em Lisboa e outro no Porto, que recebe uma média de cinco mil visitas por mês.

Espera-se um futuro com novidades

Durante o evento, Tiago Flores não revelou o que irá suceder no futuro da empresa, mas deixou muitas novidades no ar.

Segundo o próprio, o Natal ainda vem aí e haverá muitas novidades sendo se esperar muita inovação por parte da fabricante.

É ainda esperado que a Huawei se lança em novos segmentos de mercado em a Portugal, sendo que os computadores é o que cria maior expetativa. No entanto, Tiago Flores deu mais importância a produtos no segmento da Internet das Coisas e no final do evento foi referido que a Huawei ia ter uma coluna Bluetooth no mercado muito em breve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here