EUA volta atrás sobre vendas da Huawei

O Departamento do Comércio dos Estados Unidos da América voltaram atrás na regulação que, caso fosse implementada, iria tornar mais difícil para as empresas venderem equipamentos da empresa Huawei. Esta situação ocorreu após o protesto do Pentágono e do Departamento do Tesouro, segundo informações dadas ao jornal The Wall Street.

Neste momento, as empresas dos Estados Unidos da América podem vender chips e outros equipamentos de tecnologia da empresa Huawei através das suas localizações além mar sem a licença de exportação (desde que esses materiais sejam feito com menos de 25% de materiais ou patentes que não têm origem nos Estados Unidos da América.

No entanto, o Departamento do Comércio propôs uma nova regulação ao Departamento de Gestão do Orçamento onde se iria baixar a percentagem para 10%. Aparentemente, o Pentágono não concordou com a mudança em questão pois acredita tal medida iria ser prejudicial para as empresas dos Estados Unidos da América. Ao existir uma limitação de quanto podem vender para a Huawei as empresas podem ver o seu lucro diminuir. Tendo esta situação em consideração, o Departamento do Comércio voltou atrás na medida.

Independentemente desta situação, a Huawei continua na lista negra dos Estados Unidos na América, segundo a declaração do Presidente americano Trump que, desde maio que empresas americanas estão banidas de vender equipamento da Huawei. Isto significa, por exemplo, que o Google não pode dar a licença do Android à Huawei para a empresa usar o mesmo nos seus telemóveis. No entanto, algumas empresas ainda continuam a vender material da Huawei, em parte. Tendo em conta que a regulação só foi cancelada pelo Departamento do Comércio tal faria com que fosse ainda mais difícil vender tais materiais.

Nem a empresa Huawei nem o Departamento do Comércio americano responderam de imediato a pedidos de comentários sobre a questão acima descrita.

Fonte: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here