Estudo revela números terríveis sobre vários tipos de assédio nos Jogos Multiplayer Online

De acordo com um estudo recente do grupo de direitos civis da Liga Anti-Difamação (ADL), 74% das pessoas que jogam jogos multiplayer online experimentaram alguma forma de assédio, com 65% sofrendo assédio “grave”, que pode incluir ameaças físicas ou perseguição.

E isso é apenas o começo de sua enxurrada de números terríveis, que cobrem intolerância, visões extremistas, quais jogos têm as piores taxas de ocorrência e muito mais. O estudo é baseado em uma pesquisa com mais de 1.000 pessoas nos EUA, realizada em abril.

Vale a pena ter em mente que os dados da pesquisa fornecem apenas parte da imagem quando se trata de um problema tão complicado quanto o abuso on-line, e podem ser limitados com base em quem responde e por quê, além de vários outros fatores.

Números

Ainda assim, o ADL registra uma margem de erro de 4%, e os números permanecem pouco lisonjeiros, mas você os vê. Não incluirei todos os resultados, portanto, se você quiser, poderá encontrar o relatório e seu resumo no site da ADL. Caso contrário, aqui estão algumas notas específicas.

Mais da metade – 53% dos entrevistados – disseram que o assédio foi baseado em “raça, religião, habilidade, gênero, identidade de gênero, orientação sexual ou etnia”. Uma minoria muito grande também relatou ter experimentado outros jogadores conversando sobre “ideologias extremistas”.

A ADL também descobriu que 29% dos jogadores foram doxados, tendo suas informações pessoais reveladas. O fato de as pessoas quererem fazer isso sugere que, talvez, remover o anonimato causaria mais problemas aos assediados do que impediria os que estavam fazendo o assédio.

Os 15 jogos mais jogados nos EUA tiveram mais da metade dos jogadores relatando alguma forma de assédio, mas o topo da lista é o Dota 2 com 79%. CS: GO, Campos de Batalha de Playerunknown, Overwatch e League of Legends empatam em segundo lugar com 75%.

O que isso quer dizer?

Não estamos aqui para tentar discutir nada, estamos apenas para revelar os fatos. Claro que ninguém gosta desse tipo de tratamento, mas o fato é que ele ocorre. E por isso é bastante importante divulgar esse tipo de conteúdo.

Sinceramente, todo tipo de tratamento abusivo é ruim, seja ele onde for, no trabalho, na escola, nas redes sociais, nos jogos etc. Tratamento como esses acabam deixando as pessoas alvo com sentimentos ruins em relação ao ambiente em si.

Um bom exemplo disto são os vários atentados nas escolas que os EUA sediam. Talvez seja por causa da imaturidade dos culpados desses atentados? Será culpa dos assediadores? Será culpa das pessoas “espectadoras que não tomam atitude? Não sabemos a resposta, comente a sua…

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here