Este robot poderá um dia arrumar o seu quarto (com vídeo)

12 de Setembro de 2018
2 Partilhas 182 Visualizações

Os robots tem um futuro na realização de tarefas de casa. Se costuma ter o quarto desarrumado, pode ficar descansado, porque há cientistas a trabalhar em robots para resolver o seu problema.

Investigadores do laboratório de ciências computacionais e inteligência artificial da MIT estão a desenvolver um sistema que confere uma maior habilidade à inteligência artificial de perceber os “objectos aleatórios” que se encontram no seu ambiente e de, potencialmente, os organizar. Em palavras mais simples, arrumar as coisas.

Existem diversas aplicações para este tipo de tecnologia

Entender como uma determinada divisão deve estar organizada e proceder de forma a atingir essa organização é extremamente útil para diversos tipos de tarefas. Arrumar a casa, organizar armazéns, distribuir livros pelas prateleiras de uma biblioteca, colocar produtos num supermercado… o número de aplicações destes robots é incontável. “Nós queremos que os robots aprendam por eles próprios como entender de forma rica e visual muitos objectos que são uteis para diversas tarefas,” afirmou Pete Florence, sublinhando assim a enorme quantidade de tarefas que podem ser atribuídas a estes robots.

Um braço robótico que consegue improvisar para arrumar

Os robots já tem diversas tarefas nos armazéns e nas linhas de produção. Mas estas tarefas destacam-se por serem repetitivas. A ideia aqui é dar as ferramentas à inteligência artificial para reconhecer no ambiente o que está mal, e improvisar formas de organizar as coisas de forma correcta.

Por agora, o sistema está a ser desenvolvido enquanto um “braço robótico”, mas os robots a utilizar este tipo de tecnologia poderão ser de diversos tipos. Este robot já está a aprender por si próprio a manejar diversos tipos de objectos por improviso. Por exemplo, os cientistas colocam diversos tipos de objectos como sapatos, chapéus ou chávenas à frente do robot. O robot, por si próprio, vai aprendendo o que há de similar entre os objectos, e começa a organizá-los conforme a sua similitude.

Esta tecnologia surge na sequência dos últimos avanços em visão computacional, “deep leraning” e robótica. O relatório do estudo será apresentado na “Conference on Robot Learning” na Suiça, em Outubro.

Fonte: CNN

Artigos interessantes

JP Morgan lança uma criptomoedasa própria
Criptomoedas
28 Visualizações
Criptomoedas
28 Visualizações

JP Morgan lança uma criptomoedasa própria

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

A criptomoeda JPM, usada somente para negócios, parece não ser apreciado pela Ripple. JP Morgan, um grande Banco de investimentos dos Estado…

8 Apps da loja Microsoft mineravam criptomoedas.
Aplicações
40 Visualizações
Aplicações
40 Visualizações

8 Apps da loja Microsoft mineravam criptomoedas.

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

Uma empresa de segurança informática descobriu que aplicações existentes na loja Microsoft, secretamente mineravam criptomoedas sem qualquer permissão do utilizador. A empresa…

Robô explorador para minas submersas desenhado em Portugal
Tecnologia
50 Visualizações
Tecnologia
50 Visualizações

Robô explorador para minas submersas desenhado em Portugal

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

Um robô para ajudar a explorar minas submersas, foi concebido por uma equipa de cientistas de vários países, incluindo Portugal.…

Comente

O seu email não será publico