Epic Games acusa Apple de ser gananciosa

A Epic Games, no decurso do seu processo contra a Apple, está a acusar a fabricante de iPhone de ser particularmente gananciosa. Segundo apontou The Verge, o perito Eric Barns afirmou que a Apple supostamente tinha uma margem operacional de App Store de 77,8% em 2019 contra 74,9% em 2018.

Barns rejeitou as alegações da testemunha da Apple de que não se poderia calcular o lucro apontando informações do grupo de análise e Planeamento Financeiro Corporativo da empresa como prova.

Sem surpresas, a Apple nega as acusações e avançou ao The Verge que os cálculos das margens estão “simplesmente” errados e que planeava lutar contra as acusações no julgamento. A própria testemunha da empresa, Richard Schmalensee, afirmou que Barns estava focando apenas num elemento do ecossistema iOS o que distorceu a margem operacional aparente.

O número real era “normal”, disse ele, acrescentando que não se poderia estudar i lucro da App Store sem uma averiguação do contexto mais amplo de dispositivos e serviços. A empresa não calcula lucros e perdas com base em produtos e serviços, adiantou Schmalensee.

Não há garantia de que o Tribunal aceitará a opinião de Barns. a margem de lucro bruto da Apple tem sido normalmente alta em relação à grande parte da indústria, mas nunca tão alta – foi de 42,5% durante o último trimestre de inverno. a Apple também tende a retratar a App Store como uma forma de impulsionar as vendas de hardware, em vez de um gerador de dinheiro por si só.

O depoimento, no entanto, já vem explicar como a epic seguirá o seu caso contra a Apple quando a batalha judicial começar a 3 de maio. O criador do Fortnite não quer apenas ver a Apple como anti competitiva, mas também abusando do seu bloqueio na distribuição de aplicativos iOS para colher lucros maciços.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here