Ensaio Mazda CX-5 2.2 SKYACTIV-D 175cv: Review

4 de Junho de 2018
3 Partilhas 67 Visualizações
Passatempo Galaxy A7

O Mazda CX-5 entra na sua segunda geração,  num momento em que o mercado dos SUV é mais diversificado do que nunca. Com rivais como o SEAT Ateca, o Peugeot 3008, o Kia Sportage e o Volkswagen Tiguan,  O Mazda CX-5 melhorou o seu conforto, combinado com um motor diesel muito potente e eficiente, um interior de luxo e muitos acessórios, é fácil perceber porque é que este é um dos mais vendidos da marca.

O seu design não é o mais desejado no mercado e alguns “rivais” ainda batem pela tecnologia e experiência do SUV.

Características

  • Número de cilindros: 4 cilindross
  • Cilindrada: 2191 cc
  • Potência: 175 CV/4500 rotações
  • Binário: 420 Nm (2000 rpm)
  • Velocidade máxima: 200 km/h
  • Aceleração 0-100km/h: 9,5 seg
  • Tracção: Às quatro rodas
  • Transmissão: Caixa de velocidades automática de 6 velocidades
  • Consumo cidade: 6,7/100km
  • Consumo extra-urbano: 5,3/100km
  • Consumo combinado: 5,8/100km
  • Suspensão dianteira: Independente tipo McPherson
  • Suspensão traseira: Independente tipo McPherson
  • Direção: pinhão e cremalheira, com assistência elétrica
  • Comprimento/largura/altura: 4555 / 1840 / 1670 mm
  • Número de portas: 5
  • Capacidade da bagageira: 463 litros
  • Depósito de combustível: 56 litros
  • Combustível: Diesel
  • Preço: desde 47.763€
  • Opções de cores: Vermelho Soul Red Crystal. As demais opções são: Machine Grey, Sonic Silver, Titanium Flash, Eternal Blue, Azul Crystal, Preto, Branco Pérola e Branco.

Condução e design

O Mazda CX-5 é o automóvel mais vendido da marca no continente Europeu e por isso, nesta segunda geração, a Mazda optou por uma evolução ao invés de revolucionar.

O primeiro impacto é a suavidade sentida a bordo, com um grande aprimorado na insonorização e nos ruídos aerodinâmicos.

A sua nova dianteira é muito diferente, com uma grelha de maiores dimensões, a dar uma agressividade extra ao modelo, factor que é visto em vários detalhes da carroçaria e os grupos ópticos esguios contam com tecnologia LED.

Os seus vincos bastante definidos ostentam a energia da marca, a traseira é agora mais ao estilo de um coupé, graças à sua linha de tejadilho mais baixa e descendente e se destaca a dupla ponteira de escape e o spoiler.

O interior sofreu uma autêntica revolução, onde se encontra o tablier dividido, com a parte superior a ser informativa, com destaque para o completo painel de instrumentos, analógico, e ao centro o sistema de entretenimento com dimensões mais reduzidas.

Na parte inferior, estão os comandos da climatização, enquanto os controlos do sistema multimédia, estão ao centro, na consola central, sendo mais fáceis de utilizar e sem tirar os olhos da estrada no momento da condução.

Os bancos ergonómicos ajustam um bom equilíbrio entre o apoio e o conforto, mais ainda com o opcional de terem opção de aquecimento e de ajuste eléctrico. Na parte de trás existe espaço para três passageiros, ainda que o do meio possa sentir algum desconforto entre os restantes.

A nível de condução é um automóvel que embalado, é difícil de o parar, com o chassis a permitir fazer as curvas com confiança e com uma suspensão que prima pelo conforto onde mais se evidencia a sua capacidade na estrada e no asfalto.

No entanto,  como realce negativo são as vibrações no volante e ruídos oriundos da carroçaria a partir dos 50/60 km/h. O volante conta com vários botões que facilitam ações como a de atender chamadas, regular o rádio ou mesmo selecionar sistemas de assistência à condução sem dele tirarmos as mãos. Os botões para regular o sistema de climatização poderiam também estar colocados numa posição superior, já que obrigam o condutor a tirar os olhos da estrada para o seu manuseamento.

Equipamento

  • Motor 2.2 SkyActiv-D de 175cv, com transmissão de seis velocidades;
  • Sistema G-Vectoring Control, ajustando o binário tendo em conta o ângulo da direcção, controlando através de um software a forma mais eficaz das acelerações;
  • Cruise-control adaptativo, com função de paragem e arranque;
  • Sistema de manutenção de faixa de rodagem;
  • Faróis LED com máximos adaptativos;
  • Sistema de monitorização do ângulo morto;
  • Bancos aquecidos no interior;
  • Vidros escurecidos;
  • Tecto de abrir;
  • Porta da bagageira eléctrica;
  • Bancos eléctricos com regulação em 10 posições;
  • Ecrã central, sensível ao toque, de 7 polegadas;
  • MZD Connect – sistema da Mazda de conectividade móvel, com ligação Bluetooth, acesso ao e-mail, SMS e navegação, funcionando com 11 línguas em áudio e com 26 em texto;
  • Sistema WIFI, para aceder a atualizações de trânsito em direto e previsões meteorológicas
  • Sistema de som BOSE Premium surround com 10 altifalantes e processamento digital Centerpoint 2;
  • Sistemas de Assistência à Condução e Segurança do Mazda Radar Cruise Control (MRCC) com função Stop &Go e Adaptive LED Headlights (ALH)
  • Tecnologia i-ACTIVSENSE;
  • ABS nas quarto rodas (4W-ABS) com Repartição Electrónica da Força de Travagem e Assistência à Travagem de Emergência;
  • Controlo Dinâmico de Estabilidade;
  • Controlo de Tração;
  • Sinalização de Travagem de Emergência;
  • Controlo de Arranque em Subida;
  • Head Up Display que é apresentado diretamente no vidro e que ajuda na consulta das informações essenciais à condução.

Veredicto Mazda CX-5 2.2 SKYACTIV-D 175cv

Como SUV para a família, é confortável e ágil e  só procurando bem é que se encontra uma falha mais detalhada, que é no sistema multimédia: a falta dos sistemas Apple CarPlay e Android Auto.

É um carro que prima pelo o prazer de condução, conforto e insonorização. Os locais de arrumação e a resposta do motor são os pontos mais fracos do Mazda.

Toda a marca Mazda oferece uma experiência de condução ágil e divertida em relação aos seus concorrentes e o efeito do G-Vectoring Control é tão sutil que não se sente na condução.

Artigos interessantes

Xiaomi confirma que Black Shark 2 chegará em 23 de outubro
Telemóveis
28 Visualizações
Telemóveis
28 Visualizações

Xiaomi confirma que Black Shark 2 chegará em 23 de outubro

Wagner Pedro - 18 de Outubro de 2018

Recentemente, surgiram informações que a Xiaomi lançaria o Black Shark 2 em 23 de outubro. Naquele momento, não podíamos confirmar que…

Asus Zenfone 4 Max recebe o Android 8.1 Oreo
Asus
31 Visualizações
Asus
31 Visualizações

Asus Zenfone 4 Max recebe o Android 8.1 Oreo

Wagner Pedro - 18 de Outubro de 2018

Estava previsto que, em dezembro do ano passado, a Asus iria disponibilizar o Android Oreo para o Zenfone 4 Max, que…

Vivo Z3 chega ao mercado com Snapdragon 710 e tecnologia Dual Turbo
Diversos
20 Visualizações
Diversos
20 Visualizações

Vivo Z3 chega ao mercado com Snapdragon 710 e tecnologia Dual Turbo

Wagner Pedro - 18 de Outubro de 2018

Na semana passada, a Vivo anunciou o Vivo Z3i na China. Agora, a fabricante chinesa veio a público para oficializar…

Comente

O seu email não será publico

Partilhe nas Redes Sociais

Se gosta do artigo, partilhe com os seus amigos