Empresa que fabrica vidro flexível para o iWatch diz que aplicação do material ainda pode demorar três anos

A Corning Inc., empresa que fabrica o Willow, o vidro flexível que a Apple deverá utilizar para fabricar o iWatch, afirmou que, provavelmente, o mundo ainda terá de esperar pelo menos três anos antes de as marcas conseguirem aplicar este novo material nos seus produtos.

A notícia é avançada pela agência noticiosa Bloomberg, entre outros meios de comunicação. Segundo declarações prestadas, este domingo, pelo presidente da Corning Glass Technologies, durante uma entrevista em Beijing (China), as empresas ainda não conseguiram criar produtos que consigam aproveitar ao máximo as possibilidades do vidro Willow.

“As pessoas não estão habituadas a um vidro que muda de forma. A habilidade dos consumidores para utilizar um produto destes é limitada”, lamentou James Clappin, após a inauguração de uma nova fábrica da empresa, cujo investimento rondou os 800 milhões de dólares.

A Corning, que tem a sua sede em Nova Iorque, assegura que está a produzir o vidro e a fazer um “enorme esforço” para ensinar “grandes nomes” da indústria a maximizar as potencialidades do Willow.

Apesar deste possível travão nos planos da Apple, o material deverá ser utilizado, ainda este ano, na produção de produtos mais simples, avançou James Clappin. Há hipóteses como uma barreira flexível para painéis solares ou uma película fina que poderá ser aplicada atrás dos ecrãs touch.

Para promover o Willow, a Corning enviou amostras do material para as fabricantes de telemóveis, tablets e televisões em junho do ano passado. James Flaws, CFO da empresa, revela que, na altura, a companhia tinha esperança de poder aplicar o vidro flexível a alguns produtos ainda em 2013.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here