Empresa anónima paga 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto num robô

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelo direito de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A notícia está no IFLScience. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô humanóide que servirá como um “amigo virtual” para idosos pelo que entendem que deve ter um rosto “simpático e amigável”.

O projeto está em desenvolvimento há cinco anos e o robô deverá ser fabricado no próximo ano com o objetivo de produzir “potencialmente milhares de versões dos robôs em todo o mundo”. Segundo a mesma fonte, será a Geomiq, uma empresa de engenharia com sede em Londres, que estará a ajudar a desenvolver o projeto.

“Os detalhes do projeto são escassos devido a um acordo de não divulgação que assinamos com o designer e os seus investidores”, explicou Geomiq numa publicação no seu blogue. “A empresa diz que a necessidade de anonimato se deve à natureza secreta do projeto, no entanto, acredita que o robô estará disponível para o público em breve e espera que a campanha crie um burburinho extra antes do seu eventual lançamento”, acrescenta a nota.

Neste momento, há quem esteja a questionar-se sobre o motivo pelo qual o projeto não usou a tecnologia da Rede Adversarial Generativa (GAN) para criar rostos humanos falsos. Embora ainda seja uma tecnologia nova, já foi usada para criar rostos fotorrealistas falsos que os humanos reais são incapazes de distinguir de uma pessoa genuína.

O robô para idosos é algo que já tem vindo a ser trabalhado e bastante discutido, inclusivamente em Portugal. No Reino Unido e no Japão, por exemplo, um projeto de companhia de robôs chamado CARESSES está a tentar descobrir como fazer robôs que se adaptem à cultura e aos costumes dos humanos com quem vão interagir.

Fonte: IFLScience

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here