Em 2030 a Mercedes-Benz afirma ser totalmente elétrica

A Mercedes-Benz afirma que será totalmente elétrica em 2030, mas com algumas condições. A Mercedes-Benz diz que só irá vender veículos elétricos “onde as condições de mercado assim o permitirem”.

Durante uma atualização da estratégia de EV, a empresa fez um anúncio numa série de eventos para declarar uma posição forte no mercado elétricos. Outras grandes empresas do mercado automóvel incluíram ressalvas semelhantes. A GM, por exemplo, disse que seria totalmente elétrica até 2040, mas não se comprometeu a encerrar a venda de veículos movidos a gás até essa data.

A montadora alemã diz que vai investir 40 mil milhões de euros para passar a sua linha para elétrico até 2030. “Estamos convencidos que podemos fazer isso com grande lucratividade e acreditamos que o foco da eletricidade será o futuro e ao mesmo tempo aumentará o valor da empresa”, disse Ola Källenius, presidente da Mercedes-Benz.

blank

A partir de 2022, a Mercedes diz que irá oferecer um modelo totalmente elétrico em todos os segmentos, e a partir de 2025 todos os modelos vendidos serão oferecidos com um modelo elétrico puro.

A empresa deu a entender que alguns dos novos produtos estarão para chegar breve, incluindo versões elétricas da classe G da Mercedes-Benz e veículos de alto desempenho AMG.

Os executivos também aprovaram o futuro carro-conceito Vision EQXX de longo alcance e alta potência, ao que tudo indica será revelado no próximo ano. Com o EQXX, a Mercedes tem como meta 1.000 quilômetros (621 milhas) de alcance e uma classificação de consumo de mais de seis milhas por kWh.

A empresa construirá oito fábricas de baterias gigafábricas, incluindo uma nos EUA, com o objetivo de aumentar a capacidade de células de bateria para 200 GWh. A Mercedes anunciou a aquisição da Yasa, um fabricante de motores EV sediada no Reino Unido, para ajudar a acelerar os seus planos de produção.

A Mercedes não está sozinha no que diz respeito ao futuro totalmente elétrico, empresas como GM, Ford, Stellantis, Volvo, BMW e Volkswagen também fizeram promessas semelhantes sobre a passagem da sua gama para a versão elétrica.

Fonte: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here