Em 2020 os Podcasts serão importantes para os Media

Red Magic 3S

Os últimos dez anos foram definidos por duas ruturas tecnológicas, o das media móveis e sociais, que fragmentaram a atenção, minaram os modelos de negócios baseados em publicidade e enfraqueceram o papel dos ´guardiões´ jornalísticos. Um recente estudo do Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo sugere que as organizações de notícias usarão a IA para personalizar as primeiras páginas e “buscar outras formas de recomendação automatizada este ano.”

A maioria dos inquiridos do relatório (52%) dizem que essas iniciativas orientadas por IA serão muito importantes este ano para a angariação de potenciais assinantes e para otimizar os paywalls (47%).


Nic Newman, pesquisador associado sênior do Instituto Reuters para o Estudo do jornalismo, escreveu no resumo do relatório: “A próxima década será definida pelo aumento da regulamentação da internet e tentativas de restabelecer a confiança no jornalismo e um fim da conexão com o público. Ele também será abalado pela próxima onda de ruptura tecnológica da automação orientada por IA, big data e novas interfaces visuais e baseadas em voz. E continuou: “Tudo isso contra um pano de fundo de incerteza económica e política que vai lançar mais desafios para a sustentabilidade de muitas organizações de notícias.”

A recolha de dados em ´primeira-mão´ tornar-se-á um foco fundamental para os editores este ano, de acordo com o relatório. Mais sites exigirão que os leitores se registem para aceder ao conteúdo. Isto é em resposta ao “suporte reduzido de cookies por parte dos navegadores de Internet mais relevantes e o ´aperto´ nos regulamentos de privacidade” na Europa e nos Estados Unidos, escreveu Newman.

O relatório do Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo descobriu que 50% dos editores continuam a apostar fortemente nas receitas dos leitores. Metade dos entrevistados do estudo disse que será o seu principal fluxo de receitas de futuro.

O relatório anual “Jornalismo, Media e Tendências e Previsões Tecnológicas 2020” baseia-se numa pesquisa com mais de 230 CEOs, diretores executivos, editores e chefes de digital de 32 países diferentes. Cerca de um terço (35%) dos editores inquiridos acham que tanto a publicidade como as receitas dos leitores serão igualmente importantes futuramente. Um em cada sete (14%) acredita que a publicidade por si só será o fluxo mais importante de receita. Quase três quartos dos inquiridos (73%) dizem que se sentem confiantes ou muito confiantes sobre as perspectivas da sua organização em 2020. No entanto, menos de metade dos inquiridos (46%) sentiu-se confiante nas perspectivas do jornalismo em 2020 e mais da metade dos entrevistados disseram que as iniciativas de podcast seriam importantes em 2020

Fonte: Digital News Project

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here