Em 2013 as vendas de smartphones e tablets rondarão os 1,2 mil milhões

Os números são avançados pela Gartner, consultora norte americana de prestigiada e especialista nos assuntos e estudos que envolvem a evolução do mercado dos dispositivos móveis em todo o mundo.

O estudo revela que as vendas destas tecnologias inteligentes vão sofrer um incrível aumento no próximo ano, a nível mundial, totalizando 1.2 mil milhões de dispositivos vendidos.

Para este ano, os analistas também já avança números reais assim, as vendas de smartphones e tablets representam, por esta altura, 70 por cento das vendas totais de dispositivos, ou seja, foram vendidos até ao momento em todo o mundo 821 milhões, segundo os dados da Gartner.

Mas a pesquisa por parte da consultora foi ainda mais longe, ao apontar prognósticos para a situação do mercado destas tecnologias em 2016. A Gartner conclui que daqui a quatro anos as empresas vão triplicar a aquisição de tablets ora, se este ano vão ser vendidos 13 milhões de unidades, em 2016, serão 56 milhões de dispositivos.

Quanto ao ranking das empresas, no que diz respeito aos sistemas operativos, a consultora acredita que o mercado, em 2016, vai continuar a ser dominado pela Apple com o iOS, seguindo-se o sistema Android. A Microsoft vai conseguir consolidar-se na terceira posição graças ao Windows 8, a Gartner prevê ainda que a empresa consiga instalar o seu mais recente software em 39 por cento das empresas, um pouco por todo o mundo.

O mercado dos smartphones irá ser dominado pelo sistema Android, aqui as estimativas revelam para 2016 uma taxa de utilização de 56 por cento, onde as empresas da América do Norte e do nosso continente lideram a tabela. Atualmente, os valores são de 34 por cento.

Os analistas acreditam que apesar do domínio Android o sistema iOS vai continuar em crescimento e a taxa de implementação nas empresas vai aumentar, continuando a Apple a ser ” o motor do mercado “. O estudo deixa ainda um alerta para a RIM, a empresa fabricante dos BlackBerry: “claro que a RIM tem um enorme desafio pela frente para recuperar a sua forte presença ” num mercado cada vez mais competitivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here