Elon Musk vendeu 8,5 mil milhões de dólares em ações da Tesla para comprar Twitter

A aquisição do Twitter por parte de Elon Musk representa uma compra de proporções colossais. E ainda que seja o homem mais rico do mundo, uma compra desta natureza implica algumas decisões financeiras estratégicas, uma vez que nem mesmo os bilionários mais ricos costumam ter liquidez necessária para fazer de imediato um investimento de mais de 20 biliões de dólares.

Portanto, logicamente, Musk precisou de vender muitas das suas ações para poder ver ao seu dispor a quantia exorbitante que pagou pelo Twitter. Neste caso, o controverso bilionário optou, como uma das principais formas de financiamento, vender 8,5 mil milhões de dólares em ações da Tesla.

Estas informações chegam-nos por parte da Reuters, que confirma, com base em documentos referentes a valores mobiliários dos Estados Unidos da América, que o CEO da Tesla teve de recorrer a esta venda de ações para ter capital suficiente para adquirir aquela que é uma das maiores redes sociais da atualidade, por um valor total de 44 mil milhões de dólares.

Pelo que foi anunciado, Elon Musk vendeu, no total,  9,6 milhões de ações da Tesla. Este valor representa 5,6% da sua participação na empresa de carros elétricos. Os detalhes disponibilizados publicamente indicam, também, que esta é a primeira venda de ações que Musk faz desde Novembro e Dezembro do ano passado, meses em que vendeu 16,4 mil milhões de ações, possivelmente já com a compra do Twitter em mente. Esta venda ocorreu logo após ter questionado aos seus seguidores do Twitter se deveria ou não vender 10% das suas ações da Tesla.

Tudo indica que Musk deverá vir a fazer os possíveis para recuperar o seu investimento monumental, e já há indícios de que, uma vez que o CEO da Tesla não é grande fã de publicidade, poderá vir a implementar no Twitter a possibilidade de acesso a funções especiais mediante pagamento.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui