Elon Musk ajudou a explicar Bitcoin a J.K. Rowling

JK Rowling provavelmente não estava à espera de desencadear a paixão e imaginação da comunidade bitcoin quando twittou duas frases a perguntar sobre bitcoin. Mas a autora da série Harry Potter sim.

Respondendo a um tweet da repórter sénior da CoinDesk Leigh Cuen, Rowling tweetou: “Não entendo bitcoin. Por favor, explique-me. Em apenas duas horas, o seu tweet deu origem a 1.300 respostas.

Uma foto composta, mostrando Elon Musk (à esquerda) numa conferência em março de 2020 e J.K. Rowling (à direita) numa estreia cinematográfica em dezembro de 2019, enquadra o momento em que JK Rowling pediu ao Twitter que lhe explicasse bitcoin, e foi bombardeado por respostas — incluindo de Elon Musk.

Elon Musk interveio no twitter para tentar explicar a bitcoin a J.K. Rowling, e acabou por atacar os bancos centrais de quem havia referido terem feito com que a criptomoeda “parecesse sólida”.

Nesta troca de mensagens os defensores e céticos da Bitcoin apressaram-se então a explicar a criptomoeda é um ativo financeiro que existe unicamente na forma digital, e que ao contrário das moedas tradicionais, não está ligada a um banco central controlado por um governo, e em vez disso é regulado por matemática complicada e um registo público — chamado blockchain — de todas as transações.

O seu valor disparou desde a sua criação. De acordo com os dados do Markets Insider, uma única Bitcoin valia quase $20.000 ( cerca de 18.522€ ) em dezembro de 2017. O seu preço na época de escrita foi de cerca de $9.410 ( cerca de 8.715€ ). Apesar das elevadas e fortes previsões dos seus defensores, não encontrou um uso generalizado. Rowling acabou por desistir de tentar compreender a bitcoin, publicando um tweet que insinuava que já não estava interessada.

Musk respondeu essencialmente concordando com ela, mas dando um toque no comportamento dos banqueiros centrais tradicionais no processo. Musk disse que os bancos centrais – como a Reserva Federal, o Banco Central Europeu, o Banco do Japão e o Banco de Inglaterra – fizeram com que a bitcoin “parecesse sólida por comparação”.
sólida, em comparação, por causa do seu comportamento recente.”

Desde a crise financeira de 2008, os bancos iniciaram um enorme programa de “quantitative easing” — essencialmente bombeando somas avultadas para a economia – para evitar o colapso da economia. Também deixou as taxas de juro em mínimos históricos e, dizem os críticos, distorceu os mercados financeiros de formas que ainda estamos a compreender na íntegra.

Muitos bancos renovaram os seus programas de flexibilização à luz da pandemia do coronavírus. Um relatório no final de abril da Fitch Ratings disse que os bancos centrais em todo o mundo já se tinham comprometido a 6 biliões de dólares (cerca de 5,5 biliões €) em programas de flexibilização.

E a própria Rowling parecia não impressionada com as explicações que lhe foram enviadas. Quase quatro horas depois do seu tweet inicial, Rowling ainda respondia a vários membros do Crypto Twitter, explicando porque é que a bitcoin não era para ela.

Fonte: Businessinsider

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here