EA está a libertar patentes de algumas tecnologias de acessibilidade

Junto com a patente do sistema ping de Apex Legends, a EA está agora a libertar patentes para a tecnologia que usa no Madden e FIFA para torná-los mais acessíveis para pessoas com daltonismo e baixa visão. A tecnologia inclui sistemas automatizados para melhorar visibilidade ao detatar e modificar cores (US 10.118.097) e taxas de contraste (US 10.878.540).

Além de abrir algumas de suas patentes, a EA está a libertar código fonte que ajuda a resolver problemas com brilho, contraste e daltonismo no conteúdo digital. Os ´developer´ podem encontrar o código no GitHub e adaptá-lo ou construí-lo para os seus próprios jogos.

A promessa também inclui uma patente para uma “tecnologia de som personalizada” (US 10.878.540) que modificará ou criará música para pessoas com base nas suas preferências e nível de audição, embora a EA diga que esta tecnologia não foi desenvolvido ainda. A Electronic Arts estará então a comprometer-se a abrir as patentes para algumas das suas tecnologias relacionadas à acessibilidade, incluindo o muito celebrado sistema de ping Apex Legends, anunciou já esta semana .

blankEA diz que não vai registar violação de ações judiciais contra pessoas ou empresas pelo uso de tecnologia que se enquadre nas patentes listadas na promessa. O sistema ping no Apex Legends, que permite que as pessoas joguem o jogo em equipa sem ouvir ou falar, foi elogiado como uma alternativa impressionante ao chat por voz e um ótimo recurso de acessibilidade para os jogadores com uma variedade de deficiências. Uma patente que cobre o sistema (US 11.097.189) foi emitida no mesmo dia do anúncio da promessa da EA.

De notar que ´ping´ é um utilitário que usa o protocolo ICMP para testar a conectividade entre equipamentos. É um comando disponível praticamente em todos os sistemas operativos, e o seu funcionamento consiste no envio de pacotes para o equipamento de destino e na “escuta” das respostas.

blankSe o equipamento de destino estiver ativo, uma resposta é devolvida ao computador solicitante. “Esperamos que os ´developers´ tirem o máximo proveito dessas patentes e incentivem aqueles que têm os recursos, a inovação e criatividade para fazer o que fazemos, fazendo as suas próprias promessas que colocam a acessibilidade em primeiro lugar ”, diz Chris Bruzzo, EVP de Positive Play, Comercial e Marketing da EA.

“Congratulamo-nos com a colaboração com outros sobre como levamos a indústria para a frente juntos.” A EA diz que planeia adicionar patentes para futuras tecnologias relacionadas à acessibilidade , bem como mais ´open-source´ da sua tecnologia.

Fonte: TheVerge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here