É o adeus ao Windows 10

A Microsoft vai deixar de vender diretamente as licenças do Windows 10 até ao final deste mês de janeiro.

De acordo com a PCMag, que foi buscar os avisos publicados nas páginas do Windows 10 Home, Pro e Workstation no site da Microsoft, a empresa vai interromper os downloads digitais do Windows 10 a 31 de janeiro de 2023. Embora a Microsoft disponibilize suporte ao Windows 10 por mais alguns anos, a decisão da empresa significa que deixa de ser possível comprar uma licença do Windows 10, exceto através de lojas de licenças existentes em revendedores.

“31 de janeiro de 2023 será o último dia em que este download do Windows 10 será colocado à venda. O Windows 10 continuará com suporte de atualizações de segurança que ajudam a proteger o seu PC contra vírus, spyware e outros malwares até 14 de outubro de 2025″, lê-se a página do produto Windows 10 Home da Microsoft. A página do produto do Windows 10 Pro diz o mesmo.

A eliminação da licença do Windows 10 significa que o Windows 11 não será apenas o sistema operacional que a Microsoft quer que tenhamos, mas também o único sistema operacional que a Microsoft permite que se compre.

Cópias do Windows 10 ainda estão disponíveis na Amazon, embora a lista de produtos do Windows 10 não tenha nenhuma indicação de que a própria Microsoft deixará de vender licenças do Windows 10 em breve. A ferramenta de criação de media da Microsoft para Windows 10 também permanece em vigor, por enquanto.

Com tudo isto, não deixa de ser uma notícia menos boa para os desenvolvedores de sistemas ou entusiastas, fãs do Windows 10 e para todos os que simplesmente não desejam fazer a atualização para o Windows 11. Em breve, haverá menos escolha sobre o sistema operacional a adotar.

Ainda há alguns dias pela frente para comprar o Windows 10 Pro por cerca de 140 euros na Microsoft. Talvez não seja a melhor opção, mas ainda é possível.

Fonte: PC Mag

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui