É já na próxima semana que a Europa deve obrigar Apple a utilizar USB-C

É verdade que já há algum tempo que se tem vindo a falar disso, sendo que até têm surgido rumores que a própria Apple já se prepara para essa alteração no seu iPhone, que é o dos poucos aparelhos da empresa que ainda mantém a utilização da porta lightning proprietária.

Ora, os planos da própria Apple que já pondera esta possibilidade não é por acaso, já que há vários anos que a União Europeia tem apontado na obrigação de uma única porta de carregamento, sendo que a decisão já tem data para ser finalizada. Segundo a agência Reuters, será na próxima semana que a Comissão Europeia deverá finalizar a lei para que a obrigação de uma porta única de carregamento seja oficializada.

Obviamente que a primeira empresa que nos vem à cabeça que terá estes problemas é a Apple, mas nõa é a única. Se tem uma máquina de barbear da Philips, por exemplo, certamente que conhece o cabo de carregamento proprietário da marca utilizada em todos os seus produtos de barbear, bem como também visualizamos isto muito bem no mercado dos computadores, que apesar de ter vindo a adotar o USB-C em muitos modelos, em grande parte mantém o seu compartimento proprietário disponível.

A primeira proposta da Comissão Europeia neste sentido aconteceu há mais de 10 anos, na altura olhava-se para a quantidade de carregadores que eram utilizados, já que até outras marcas de smartphones utilizam cabos proprietários. Com o tempo, acabou por se adotar o MicroUSB e, mais recentemente, o USB-C por praticamente todas as marcas de smartphones, a não ser a Apple.

Segundo a Reuters, é já na próxima terça-feira, dia 7 de junho, que deverão ocorrer as últimas conversações sobre o assunto e espera-se que os países integrantes da União Europeia aprovem, finalmente, este assunto e avancem com a imposição.

Os fatores que mais têm pesado são as questões ambientais, já que estima-se que a existência de diversos tipos de carregadores provoca 51.000 toneladas de resíduos por ano, pelo que é fundamental acabar com a produção deste tipo de materiais em massa. Com a nova medida, a Comissão Europeia espera dar um passo em frente ao nível da sustentabilidade bem como aumentar a vida útil dos equipamentos.

Segundo as expetativas, é que  alei venha a entrar em vigor em 2024, isto é, daqui a dois anos, o que dará tempo para que as fabricantes que ainda nõa tenham adotado o USB-C, o façam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui