Drone Ingenuity faz história em Marte

Se há dez anos nos dissessem que num futuro próximo a NASA iria realizar o primeiro voo em Marte nem todos acreditaríamos. Mas a agência espacial americana cumpriu com um dos objetivos da missão mais recente ao planeta vermelho e fez história.

O helicóptero Ingenuity foi levado para Marte ao lado do rover Perseverance. No início de Abril a equipa responsável pelo helicóptero realizou um teste à rotação das hélices do mesmo; no entanto acabou por encontrar uma falha na sequência de comando que subsequentemente obrigou a equipa a adiar o primeiro voo para dia 19.

Já no dia estipulado e com o erro de software corrigido, o Ingenuity levantou voo pela primeira vez. O helicóptero subiu 3 metros no ar e ficou a pairar durante 30 segundos até voltar a descer e aterrar em segurança. Este acontecimento deu-se às 8:34 (Portugal Continental).

O voo foi considerado um sucesso e a agência espacial já tem planos para mais voos de teste subsequentes, no entanto estes só acontecerão caso a equipa receba a autorização da administração da NASA.

Em pormenores um pouco mais técnicos, este voo foi a primeira vez para vários componentes nunca antes utilizados em missões a Marte. Para além disso a equipa também teve de ter em conta as diferenças entre voar na Terra e em Marte, visto que o planeta vermelho possuí uma atmosfera diferente da nossa e com apenas 1 porcento de pressão atmosférica da Terra.

As hélices do Ingenuity giram muito mais depressa do que as de qualquer outro helicóptero de forma a combater as diferenças de massa e atmosféricas já descritas. Para alimentar os rotores são usados painéis solares que deram mais uma variável aos cientistas do NASA Jet Propulsion Lab, ou seja, foi necessário calcular qual seria a hora em que o helicóptero teria mais energia para descolar.

Apesar de ter sido um voo curto já foi suficiente para provar que voar em Marte é possível e abriu a porta para futuros conceitos sobre explorações planetárias usando drones voadores. Devido ao acontecimento a NASA batizou o local de descolagem como Wright Brothers Field (Campo dos Irmãos Wright), homenageando os pais da aviação moderna.

Fonte: Engadget

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here