Dispositivos com Alexa aumentam para mais do dobro

Red Magic 3S

Apesar de ter demorado quatro anos a vender 100 milhões de dispositivos Alexa, a verdade é que no espaço de um ano a Amazon conseguiu aumentar para mais do dobro a existência dos dispositivos. A noticia foi lançada pela Amazon. Os números apresentados incluem não só a venda do dispositivo mas também gadgets como as colunas, tablets e TV’s.

Além das vendas, a interação com a Alexa via smartphone também aumentou (quase para o dobro). Muitos utilizadores usam a voz da Alexa para o controlo dos dispositivos da casa.

Os números foram anunciados no inicio do CES 2020. Também na CES vai ser apresentado algumas parcerias com carros, TV’s e casas com o intuito de manter o crescimento da Alexa activo.

David Limp, da Amazon afirma que foi um grande ano para a tecnologia Alexa. Acrescentou também que há cinco anos atrás não acreditava no crescimento da tecnologia em questão.

Sendo já comum da Amazon, não foram divulgados mais números sobre o crescimento das vendas da Amazon. Mesmo assim, os números divulgados conseguem comprovar o crescimento da Alexa ao longo desta meia década, que também se tornou ajudante de controlo de casa mais popular. Perante o grande crescimento o novo desafio da Amazon é desenvolver um plano para manter tanto o crescimento nas vendas como a popularidade da tecnologia. Deve também se focar em tentar estar à frente da sua competição, tais como a Google, Apple ou Samsung.

Falando na competição, no caso da Google a sua presença na CES tem sido cada vez mais forte nos últimos anos, principalmente no que diz respeito aos aplicativos sobre o Google Assistant.

Regressando à Alexa, um problema pode ser a privacidade (não só da Alexa mas também de outros produtos da competição). A grande falha a ser criticada é a falta de aviso dada aos utilizadores à existência de revisores humanos que ouvem algumas das gravações. Para tentar colmatar este problema, as empresas tentaram melhorar as definições de privacidade.

Falta-nos esperar que o problema seja erradicado de vez.

Fonte: Cnet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here