Dicas: Sugestões para se distrair num verão atípico

Os tempos passados em quarentena foram, sem dúvida, bastante difíceis de lidar. O vírus pandémico, Sars-CoV-2, já mostrou como um simples organismo não-vivo consegue causar o caos, tanto na economia como na saúde.

Antes, a recomendação era que não saísse de casa. Agora, estamos em tempos de “desconfinamento”. Contudo, a redução do confinamento não significa diminuir as precauções a serem tomadas. Saia estritamente para o necessário, evitando aglomerações e mantendo uma distância de segurança.

O desafio agora passou a ser outro, a economia. É importante que retomemos alguma da normalidade possível, apostando no consumo de produtos e serviços portugueses. Milhares de empresas e postos de trabalho dependem da postura de consumo de cada um de nós. Quando pensar que isto poderá não o afetar diretamente, lembre-se que com o despedimento e falência de empresas, podemos passar de uma crise conjuntural para uma crise estrutural que afetará todos os intervenientes, sem exceção.

Sugestões para períodos em casa

Conheça algumas alternativas viáveis à sua permanência em casa. Apesar da diminuição das restrições às deslocações, devem ser evitadas saídas desnecessárias (perservando a sua saúde e a do próximo) até ao desenvolvimento de uma vacina que combate o vírus.

Aproveite para ganhar novas competências

O mundo global em que co-habitamos mostrou que quem não se adapta e não procura uma modernização constante fica desatualizado e, consequentemente, fica para trás nesta competição pelo conhecimento. Basta uma pesquisa rápida para encontrar tutoriais ou mesmo cursos (que antes eram pagos e agora são) gratuitos, permitindo um alargamento das suas capacidades.

Não faltam oportunidades para todos os que procuram expandir os seus horizontes. Existem inúmeros cursos online gratuitos, no entanto, se estiver em lay-off, saiba que algumas empresas disponibilizam formações para os seus colaboradores. Caso esteja desempregado, o IEFP tem diversas formações à disposição, pelo que deve perceber que restrições possam ter.

Jogos e apostas online são algumas alternativas

Fora do período de quarentena, continuam a existir muitos riscos inerentes ao contato entre pessoas em diversos espaços (alguns ainda encerrados face ao estado de calamidade). Os jogos online continuam a ser uma alternativa, ou até mesmo os jogos de tabuleiro que podem assumir um papel importante se reunidas condições de segurança (pessoas do mesmo agregado ou amigos que tenham cumprido com o confinamento).

Conheça as melhores apostas online, para que em casa, num ambiente mais seguro possa apostar à distância de alguns cliques nos melhores jogos disponíveis neste ramo. A quota de mercado deste jogos tem crescido bastante durante a última década, especialmente online. Cada vez mais, o público mais jovem prefere este tipo de entretenimento à presença no espaço físico, ainda para mais neste panorama atual.

Aposte sempre de forma consciente. As apostas online podem constituir uma experiência de entreteniemento bastante interessante se feitas de forma consciente, caso contrário, constituem risco inerentes à atividade e a possíveis comportamentos aditivos. Pode saber mais em https://melap.pt. Este tipo de atividades é exclusivamente sugerido a maiores de 18 anos, pelo que o incumprimento pode levar a sanções penais graves.

Compre livros novos ou usados

As últimas informações que nos chegam, dão conta de iminentes falências de diversas pequenas e médias empresas. As livrarias são um exemplo disso mesmo pois, se antes já sentiam o efeito da virtualização da leitura, com o surgimento de e-books, agora, com a diminuição da pouca clientela que tinham, torna-se impossível subsitir.

Assim, a nossa recomendação passa pela adoção do livro físico, seja ele novo ou usado. Existem inúmeros de espaços onde os pode adquirir — alfarrabistas, pequenas livrarias de rua ou mesmo as grandes livrarias. Se antes, a nossa sugestão para a quarentena eram os e-books, agora “em desconfinamento”, apoie o comércio nacional.

Pratique e desenvolva as suas habilidades de cozinha

A sua presença em casa também pode significar desenvolver a habilidade para cozinha, em busca de uma verdadeira e desafiante aventura neste tão vasto mundo que é a culinária. De certo que poderá passar bons momentos de volta de deliciosos pratos, bolos e sobremesas.

Acompanhe as últimas tendências gastronómicas e procure por novas receitas a serem exprimentadas na sua casa. Junte toda a família e compartilhe experiências únicas com toda a família.

Sugestões para fazer no exterior

Agora, fora do estado de emergência, pode praticar algumas atividades que antes eram pouco recomendadas. Eis algumas sugestões do Mais Tecnologia para os nossos leitores fazerem neste tempo (com as devidas precauções).

Pratique exercício físico

É fundamental que retome a sua rotina de exercício físico após o período de confinamento vivído nos últimos tempos. Anteriormente, recomendamos alguns exercícios de aeróbia para fazer em casa. Agora, no exterior, pode correr (mantendo sempre distância das outras pessoas), praticar ciclismo e exercícios de manutenção física ao ar livre.

Os museus abriram — visite-os

Aproveite a abertura de diversos museus a nível nacional para os visitar. A cultura deve assumir um papel fundamental para o desenvolvimento de qualquer ser humano. Em território nacional, aproveite os museus físicos.

À semelhança do que sugerimos anteriormente, se preferir explorar museus internacionais, saiba que pode explorar alguns deles no Google Arts & Culture. Esta ferramenta, constitui uma alternativa bastante viável.

Frequente alguns estabelecimentos ocasionalmente

Os cafés e alguns restaurantes continuam a precisar dos seus clientes para se manterem abertos. Sabemos que isso pode parecer um pouco contraditório, face a outra recomendações dadas, mas não nos podemos esquecer que não podemos chegar ao ponto de “não morrer da doença, mas morrer da cura”, neste caso, a morte da atividade económica. Aproveite para visitar os pequenos estabelecimentos a fim de apoiar o pequeno comércio.

Esperemos que estas sugestões tenham sido úteis e que o ajudem a ultrapassar este turbulento período que vivemos. Já sabe, confie em fontes oficiais. Seja responsável, seja um agente de saúde pública, uma recomendação da Direção-Geral de Saúde.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here