Dia Mundial das Redes Sociais: a fotografia como parte integrante do mundo social

A fotografia foi adquirindo ao longo dos últimos anos o papel de «motor» das redes sociais. Boas ou más, simples ou com grandes montagens, as redes sociais são dominadas pelas imagens e são elas que geram parte do buzz social que tem origem nessas plataformas.

Tudo começou em 1990 com a Dycam Model I, ou Fotoman, a primeira máquina digital a ser comercializada e que tinha como principal característica a gravação de imagens em arquivos computorizados. A partir desse momento, e com os gigantes das máquinas fotográficas a fabricar gadgets cada vez mais evoluídos, torna-se correto dizer que o mundo da fotografia sofreu grandes mudanças, ao ponto de a cada dois minutos, a quantidade de fotos tiradas no mundo ser superior ao total de fotos tiradas durante todo o século XIX.

A facilidade com que atualmente se captura uma foto com grande qualidade é proporcional à facilidade com que se tem acesso às redes sociais, criando-se uma espécie de ponte de ligação entre estes dois elementos inteiramente ligados e complementando-se reciprocamente – a rede social Flickr é um exemplo desta ligação, pois foi criado com o propósito de armazenar as fotos dos seus utilizadores.

Outro caso de ligação entre fotografia e redes sociais é o Facebook. A sua mais recente inovação, a Timeline, incentiva os utilizadores a publicarem fotos desde a sua nascença até aos tempos mais recentes. Pode tratar-se apenas de um registo histórico ou uma recordação para os amigos distantes, mas o gesto de partilha será sempre positivo ao mesmo tempo que cria barulho social, estimulando a interacção entre utilizadores.

Por fim fica o convite de analisarem a infografia abaixo apresentada, de maneira a melhor compreenderem a evolução da fotografia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here