Coronavírus ameaça presença do maior show de telemóveis

Red Magic 3S

O coronavírus está a afectar o maior acontecimento de telemóveis do mundo.

Daqui a 3 semanas todos os olhos da industria da tecnologia vão estar virados para o congresso mundial de telemóvel em Barcelona. Este é o maior e mais importante congresso do mundo das telecomunicações móveis. Mais de 100,000 pessoas vindas de cerca de 200 países são esperadas estar presentes, todos os anos. Ao contrário do CES (que ocorre em Las Vegas) o MWC tem conseguido gerir e atrair grandes produtores a estar presentes no congresso.

O plano para este ano é que as boas marés se mantenham, mas infelizmente existe algo que pode mudar a situação. O coronavirus tem se espalhado por vários países e e feito baixas. Também tem afectado fornecedores de peças de telemóveis e viagens à Ásia (onde a maioria dos produtores estão localizados) pois muitos países colocaram restrições nas viagens para a China. Por exemplo a LG e a ZTE já cancelaram alguns dos planos que tinham para o MWC.

Era suposto o MWC 2020 ter a presença de uma contingência ainda maior vinda da China, com a presença das maiores empresas de smartphones do país. Tal contingência ainda é esperada ocorrer. A Xiaomi, Vivo, e Honor já se pronunciaram e afirmam que vão estar presentes na MWC.

A associação GSM, que organiza o MWC, diz que o evento ainda vai ocorrer em Barcelona. Tal é compreensivel dado que o impacto económico do congresso é de cerca de 492 milhões de euros por ano. Além do impacto monetário, o congresso também cria cerca de 14100 trabalhos a tempo parcial (o que interfere com muitas pessoas). A GSMA é uma industria que representa mais de 1200 empresas por todo o ecossistema do mundo das telecomunicações móveis. O congresso é uma grande oportunidade para se criar parcerias, fazer acordos e lançar novos produtos.

Fonte: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here