Coreia do Sul quer utilizar Inteligência Artifical para detectar casos de COVID-19

A Coreia do Sul lançará em breve um projecto piloto que irá utilizar Inteligência Artificial (IA), para o reconhecimento facial através de milhares de câmeras de vídeo com o objectivo de detectar o movimento de pessoas infectadas com o coronavírus, apesar das preocupações com a invasão de privacidade.

O projecto financiado nacionalmente em Bucheon, uma das cidades mais populosas do país nos arredores de Seul, deve entrar em operação em Janeiro, referiu uma autoridade municipal à agência de notícias Reuters.

O sistema consiste em aplicar algoritmos de IA e tecnologia de reconhecimento facial de forma a analisar imagens captadas por mais de 10.820 câmeras de vídeo de segurança e identificar todos os passos de uma pessoa infectada e de outras pessoas com quem ela teve contacto próximo e se estavam a usar uma máscara de protecção. Além disso, o sistema também irá permitir reduzir a pressão das equipas médicas, sobrecarregadas, numa cidade com mais de 800 mil habitantes.

Na licitação para o financiamento nacional do projeto piloto no final de 2020, o Mayor de Bucheon, Jang Deog-cheon, argumentou que este sistema tornaria o rastreio mais rápido.

De acordo com o plano do projecto, este programa consegue seguir os passos de 10 pessoas em simultâneo, em cinco a dez minutos, resultando na redução do tempo gasto no trabalho manual, que leva cerca de meia hora a uma hora.

Em todo o mundo, os governos recorreram a novas tecnologias e expandiram os seus poderes legais de modo a tentar conter a onda de infecções por COVID-19. A China, Rússia, Índia, Polónia e Japão, bem como vários estados dos EUA, estão entre os governos que implantaram ou pelo menos experimentaram sistemas de reconhecimento facial para detectarem pacientes com COVID-19, de acordo com um relatório da Universidade de Direito da Columbia, emitido em Março deste ano.

A cidade de Bucheon recebeu 1,6 bilhão de won (US $ 1,36 milhão) do Ministério da Ciência e TIC (Tecnologia de Informação e Comunicação) e injetou 500 milhões de won (US $ 420.000) do orçamento da cidade no projeto de construção do sistema, disse o funcionário de Bucheon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui