Controlo Parental: Um Guardião Online para Crianças

O tempo excessivo gasto em frente ao ecrã é um problema cada vez mais sério nos dias que correm e que afeta muitas crianças. Em 2015 a BBC News noticiava que crianças entre os 5 e os 16 anos despendiam de seis horas e meia por dia em frente ao ecrã. Nos dias que correm verifica-se que este número cresceu a um ritmo alarmante. Por vários motivos, torna-se cada vez mais difícil descolá-los da TV, do PC/consola ou do smartphone. Até os mais pequenos estão mais interessados em explorar um tablet.

Como consequência os pais estão cada vez mais preocupados com o tempo online despendido pelos filhos, os quais correm um risco crescente de exposição a conteúdos inapropriados para as suas idades, bem como poderá ter implicações nefastas para a sua saúde (a radiação poderá, por exemplo, afetar a vista e uma vida mais sedentária à frente do ecrã poderá levar a alterações no padrão de sono, gerando vários tipos de alterações na saúde mental). Contudo, com a crescente conectividade de dispositivos fixos e móveis, é simplesmente impossível isolá-los da internet. Assim, torna-se particularmente importante monitorizar e gerir tanto o tempo online, como os conteúdos acessíveis.

Este é um problema criado pela tecnologia, e a resolução pode ser obtida com recurso à tecnologia. Isto porque o Controlo Parental é um serviço tecnológico que disponibiliza uma solução simples que ajuda os pais a gerir o tempo que os seus filhos passam em frente a um ecrã.

O que é o Controlo Parental?

O Controlo Parental num router é uma ferramenta de gestão inteligente que permite a gestão familiar que permite definir que conteúdos estão disponíveis para as crianças e quanto tempo lhes é permitido estar online. Com base nas necessidades dos pais, o Controlo Parental permite, geralmente, gerir as seguintes categorias:

Filtro de Conteúdos: Restringe o acesso a conteúdos considerados não apropriados para crianças de uma certa idade, tal como conteúdo direcionado para adultos, sendo a pornografia e a violência explicita bons exemplos. Um relatório efetuado pela ICM Research mostra que quase um quarto das crianças abaixo dos 12 anos já se viu exposta à pornografia online. Filtrar estes conteúdos de modo a que as crianças não lhes acedam é algo desejado por muitos pais.

Restrição Temporal: A restrição temporal à internet poderá prevenir que as crianças se tornem viciadas na internet. Prevenirá, também, o desleixo nas suas tarefas escolares, permitindo apenas o acesso à internet após a hora de estudo, por exemplo.

Gestão de Uso: Esta funcionalidade permite que os pais limitem o acesso dos seus filhos a sites específicos. Poderá ser extremamente útil para os pais que considerem os seus filhos demasiado novos para usarem redes sociais, prevenindo assim que sejam alvo de predadores sexuais, por exemplo.

Monitorização: Permite aos pais verificarem quais os websites quais os sites e as aplicações que os filhos utilizaram, ganhando controlo sobre a pegada digital dos filhos.

O Controlo Parental utilizado pelo serviço TP- Link Homecare toma em conta as necessidades dos pais e é bastante simples de utilizar.

O Controlo Parental Homecare dos Router TP-Link

O Controlo Parental é uma das três funcionalidades do Homecare, disponibilizando um mecanismo simples e inteligente, mas com mecanismos avançados de gestão de rede.

O Controlo Parental disponibiliza:

  1. Criação de Perfis. Pode criar várias regras de controlo diferentes para grupos de dispositivos, criando até um máximo de 16 perfis e adicionando até 16 dispositivos a cada perfil. As regras atuam sobre estes perfis, afetando todos os elementos do grupo.
  2. Personalização dos Níveis de Filtro. Muito embora os routers tenham um nível de filtro pré-definido para cada uma das quatro faixas etárias – Criança, Pré-Adolescente, Adolescente e Adulto – é possível definir individualmente que filtro aplicar a cada perfil. Uma vez que os pais são a força decisora sobre os conteúdos a que os seus filhos poderão aceder, é-lhes dado poder decisivo sobre a adição ou remoção de conteúdos da lista de filtros.
  3. Limites Temporais. Esta funcionalidade permite restringir o tempo que as crianças passam online, permitindo-lhe definir horários de acesso diferentes durante a semana e o fim de semana, criando uma maior flexibilidade. É possível definir horários noturnos, para que os seus filhos não acedam à internet quando deviam estar a dormir.
  4. Hoje em dia, devido a várias medidas de privacidade incorporadas nos dispositivos inteligentes, há uma maior tendência para que a utilização da internet seja efetuada de uma forma mais “secreta”, o que poderá ser uma grande dor de cabeça para os pais que acabam por ver a sua tarefa complicada, não sabendo ao certo que os seus filhos fazem quando online. Esta funcionalidade permite-lhe monitorizar quais os sites visitados bem como o tempo gasto em cada, apaziguando as suas preocupações. Com base nesta informação poderá bloquear os sites que achar menos convenientes para consulta.
  5. Em casos especiais poderá querer que os seus filhos deixem de ter acesso à internet durante o horário permitido. Nestes casos poderá desativar a conexão à internet de uma forma simples e conveniente.

Como Configurar o Controlo Parental?

Agora que sabe para que serve o Controlo Parental, o próximo passo é saber como configurar esta funcionalidade. Aconselhamos a leitura da nossa FAQ “Using HomeCare parental controls on a TP-Link Router”, disponível aqui.

O Controlo Parental dos Routers TP-Link oferece aos pais uma forma fácil e rápida de gerir os conteúdos visualizados e o tempo online por dispositivo, dando-lhes um maior controlo do uso da internet por parte dos seus filhos, os quais acabam por ser forçados a fazer um melhor uso da internet. Uma solução em que tanto pais como filhos saem a ganhar.

Artigo assinado por Ricardo Pacheco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here