Conferência de Imprensa da Volkswagen em Genebra marcada por protesto

VW-large

O ‘dieselgate‘ continua a manchar a imagem da Volkswagen. Depois de detetados os dispositivos de manipulação de emissões nos motores da marca alemã e suas associadas o grupo foi arrastado para uma zona obscura de marketing.

Com a abertura do Salão de Genebra a tradicional conferência de Imprensa de apresentação de novos modelos da marca de Volkswagen foi marcada pela intervenção no palco de um manifestante, ou talvez comediante. Enquanto discursava o Presidente da Volkswagen para os Automóveis de Passageiros, Juergen Stackmann, diante de um pequeno UP! eis que surge da plateia um cidadão vestindo uma camisola negra com o logo da marca e carregando uma pequena caixa. Momento de embaraço e espanto, e seguiu-se uma breve troca de palavras:

Manifestante: Tenho esta nova ‘cheat box’. Ninguém vai descobrir esta!

Stackmann: OK, este automóvel não precisa de intervenção, é um automóvel perfeito. 

Manifestante: Não, não, não! O sr. Müller (CEO da Volkswagen) disse que estaria bem desde que ninguém descobrisse!

Stackmann: Está OK. Muito obrigado. Espero que desfrute da apresentação. Muitíssimo obrigado

O jornal britânico The Telegraph identificou o manifestante como sendo Simon Brodkin, o mesmo que atirou um punhado de dinheiro falso a Sepp Blatter da FIFA no passado ano. O volume de notícias nas últimas semanas sobre este escândalo que tem varrido a indústria do automóvel abrandou, mas ainda circulam nas estradas de todo o mundo milhares de automóveis que aguardam por intervenções de correção.

O caso ‘dieselgate’ tem ainda assim contribuído para o declínio das vendas de automóveis com motores alimentados a gasóleo nos Estados Unidos da América. Pode ver a situação caricata em vídeo:

Fonte: The Telegraph

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here