Computadores Mac vão fazer parte do programa de reparação da Apple

A Apple está a expandir o seu serviços de  autorreparação de equipamentos aos portáteis MacBook Air e MacBook Pro equipados com o chip M1.Assim, o utilizador vai poder comprar peças genuínas de substituição para o MacBook Air 2020 M1, MacBook Pro de 13 polegadas e MacBook Pros 2021 M1 de 14 e 16 polegadas, bem como ter acesso a manuais com os guias e instruções.

Esta novidade vem expandir o programa de reparações lançado pela Apple no início deste ano, que inicialmente incluía peças para o iPhone 12 e 13 , como ecrã, bateria e câmara. Embora o programa esteja atualmente disponível apenas nos EUA, a Apple planeia trazê-lo para a Europa, em breve.

A Apple está a disponibilizar várias peças do MacBook para começar, incluindo o ecrã, a bateria, Touch ID e trackpad. À semelhança do que a Apple faz com os seus iPhones, a marca oferece crédito que o utilizador utilizar numa reparação, quando entregar a peça antiga que está a ser substituída.

A Apple anunciou que planeia expandir os diversos tipos de reparação num futuro próximo, e já confirmou que  estenderá o programa para mais modelos de Mac “ainda este ano”, nomeadamente do M2 MacBook Air, iMac e Mac Studio Display. Caso o utilizador não pretenda comprar os materiais necessários para fazer o reparo, a Apple diz que o utilizador tem à sua disposição um aluguer de um kit por US $ 49 e, de acordo com o TechCrunch , o conjunto deve compensar mais.

 A sua rede global já detem mais de 5.000 serviços de reparação autorizados e mais de 100 mil técnicos ativos. De acordo com a Apple, nos Estados Unidos “oito em cada 10 clientes estão localizados a 20 minutos de um reparador autorizado”.

O comunicado de imprensa da Apple não entrou forneceu detalhes sobre o processo, mas poder trocar um módulo Touch ID ou placa em casa.

Fonte: The Verge

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui