Compra do Instagram pelo Facebook vai ser investigada

Foi no início de Abril que o Facebook anunciou a compra do Instagram, mas se pensava que o negócio pode atrasar-se pois a autoridade da concorrência quer investigar.

Esta notícia foi divulgada pelo Financial Times, cita fontes próximas do assunto. Tendo em conta que o negócio envolver valores altos, mil milhões de dólares, não é de estranhar que a Autoridade da Concorrência dos EUA (FTC) queira investigar o negócio.

Segundo o FT, a autoridade está a recolher informações dos concorrentes, não foram divulgados quais, para verificar se há alguma violação da lei da concorrência, pois estranham a compra de uma aplicação que nunca gerou lucro, por tão elevado valor.

Se esta notícia se confirmar, irá atrasar a ideia inicial do Facebook, que pretendia que o negócio estive concluído até ao final deste trimestre (Junho), melhorando o Facebook para o mercado móvel e, principalmente, pode reduzir o valor das acções na Oferta pública de acções da próxima semana.

Em principio, esta investigação não irá cancelar o negócio entre o Facebook e o Instagram, no entanto, irá atrasar a integração da aplicação na rede social, pois a investigação pode demorar entre 6 meses a um ano.

O Instagram é um autêntico sucesso, ultrapassou os 5 milhões de downloads no Google Play nos primeiros 6 dias e já tem 50 milhões de utilizadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui